O Grupo Aglomerou (FOTO:Reprodução)

Após passar dois meses planejando sua live, o grupo de pagode Aglomerou se surpreendeu ao ser forçado a interromper os trabalhos por causa da ação da polícia no último domingo (dia 27). A operação dos policiais, em Angra dos Reis, na Costa Verde, tinha como objetivo acessar um imóvel vizinho, mas os policiais afirmaram ter entrado na casa dos músicos para evitar que pessoas se machucassem na operação. 

LEIA TAMBÉM: Sorocaba da bronca em Fernando em live: “Não brigue com a Maiara”

Agora depois do susto, o grupo acabou tendo uma exposição inédita na carreira. Seus seguidores cresceram nas redes sociais e alguns nomes famosos prometeram divulgar a próxima transmissão dos artistas como forma de ajuda.

“A (próxima) live será ainda mais divulgada e assistida. Apoio de fera”, comentou a atriz Solange Couto. “Que bom que está tudo bem, rapaziada”, acrescentou Dennis DJ. “Estamos juntos, família”, explicou Kevin O Chris. “Manda a ver, rapaziada. O pior já passou”, comentou Sylvinho Blau Blau. “Boa sorte sempre, muita proteção na caminhada”, escreveu Gabriel, O Pensador.

Após o incidente, num comunicado, os integrantes do grupo afirmaram que estão bem e explicaram exatamente o que aconteceu: “Está acontecendo uma operação policial em uma casa bem próxima ao espaço, então ocorreu esse fato, mas estamos todos bem”.

“Não tem problema nenhum com quem estava aqui dentro da live”, afirmou o integrante João Victor. Eles ainda se desculparam pelo ocorrido e confirmaram que irão marcar outra live para compensar essa.

Nas redes sociais do Grupo Aglomerou, os fãs agradeceram e comemoraram o fato de todos estarem bem: “Vcs são do bem! Graças a Deus estão bem!”; “A integridade de vocês é o mais importante. Fiquem bem e contem conosco na próxima”; “Estaremos sempre aplaudindo vcs, até a próxima live”.

View this post on Instagram

Tá tudo bem!

A post shared by Grupo Aglomerou (@aglomerouoficial) on