Após polêmica com Netinho, Daniela Mercury diz que vai regravar ‘Milla’

Netinho cantou o hit em ato bolsonarista e autor da canção não ficou nada feliz

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Daniela Mercury anunciou no Twitter irá gravar uma nova versão da canção “Milla” após o desentendimento entre o compositor da música, Manno Goés, e o cantor Netinho, intérprete que deu voz ao sucesso na década de 1990.

O músico Manno Góes criticou Netinho por interpretar a música em protesto pró-Bolsonaro na Av. Paulista, em São Paulo, no último sábado (1). Na ocasião, os manifestantes se aglomeraram pedindo intervenção militar.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Goés disse que a canção foi usada para corroborar um discurso com o qual ele não compartilha. “Netinho ontem cantou Milla no ato em que pessoas brancas, na Paulista, gritavam ‘eu autorizo’, para Bolsonaro. Autorizam o que? Golpe militar? Portanto, eu NÃO AUTORIZO esse débil mental de cantar minha música. Já entrei na justiça e retirarei todos os vídeos que tiverem isso”, escreveu ele no Twitter.

VEJA MAIS: Luan Santana se empolga e toma atitude após ‘ganhar beijo’ de Juliette no BBB

Em resposta ao compositor, Daniela Mercury disse que irá regravar “Milla” porque, segundo ela, a canção é sobre liberdade. “Meu amigo querido! Eu entendo a sua agonia! Por isso, vou gravar Milla. Essa música é amor, é liberdade! Milla é nossa”, escreveu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio