Após polêmica com suposta dívida, Lexa não será despejada de mansão

Publicado em 9/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A cantora Lexa ganhou na Justiça o direito de não ser despejada, de acordo com a Folha de S.Paulo. Ela está sendo processada por uma construtora que alega que a cantora tem uma dívida de mais de R$ 100 mil.

Segundo o jornal, o juiz indeferiu, no dia 12 de abril, o pedido de despejo da empresa alegando que não havia elementos capazes de demonstrar o aparente direito do autor em prosseguir com isso. O valor, segundo o TJ-RJ, seria de R$ 33,3 mil referentes a novembro e dezembro de 2020.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Trata-se de uma decisão liminar, ou seja, o mérito da ação ainda será julgado. Na denúncia, a empresa Inteligência Engenharia Incorporação e Construção afirma que o valor que não teria sido pago contempla IPTU, aluguel e seguro fiança.

VEJA MAIS: Emocionada, Taylor Swift se declara aos fãs após retornar para o topo da Billboard 200

Dívida:

Segundo a colunista Fábia Oliveira, a empresa entrou na justiça alegando que a artista não está pagando o aluguel e condomínio de uma mansão no Rio de Janeiro. De acordo com o processo judicial, Lexa estaria devendo R$ 33 mil reais.

Em comunicado enviado à colunista, Lexa afirmou que não deve nada à empresa.

“O locador sempre recebeu em dia todos os valores, inclusive, o valor referente ao vencimento no mês de junho, o qual ainda não venceu e já foi devidamente pago. Mesmo diante da ausência da nossa citação, temos um acordo em andamento com pedido de extinção do processo, com acordo que fizemos diretamente com a seguradora, justamente porque as falhas existentes no imóvel estão sendo sanadas. E, assim sendo, não devemos nada ao locador e o processo está em fase de finalização e com as partes satisfeitas”, diz a nota.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio