anitta
A cantora carioca Anitta (FOTO: Reprodução)

Léo Dias e Anitta notavelmente tinham uma parceria de interesses. Até a última semana, quando os dois famosos entraram em atrito após a mãe da cantora voltar a morar no subúrbio carioca segundo o jornalista. Isto segundo Leo Dias. Já na versão apresentada por Anitta e confirmada por sua mãe, a matriarca segue morando no novo apartamento comprado recentemente pela Poderosa e localizado na Barra da Tijuca.

Após o imbróglio entre os dois, o jornalista que chegou a publicar um livro contando tudo sobre a vida da funkeira intitulado “Furacão Anitta” se viu exposto pela mesma, quando a cantora na noite da última segunda feira (24) publicou diversos Stories alegando que estaria sendo ameaçada pelo jornalista.

Isso após um suposto áudio da cantora ser vazado, onde a mesma falava que Petra Gil, Pabllo Vittar e Gominho tinham um grupo para falar mal dela. Até o cachorro de Anitta também foi citado no áudio onde Preta Gil teria chamado Marília Mendonça de gorda. A filha de Gilberto Gil já pronunciou sobre o caso negando as acusações e a existência de tal grupo.

Tudo teve início na tarde de hoje (25), quando Léo Dias veio por meio de seus Stories contar algumas coisas que segundo ele, Anitta fez para conseguir subir na carreira. Dizendo que não questiona os metódos sexuais da artista, Leo Dias mencionou que a cantora teria mantido relações sexuais com até oito pessoas da mesma empresa de mídia. Desde o motorista até o diretor da ‘Rádio FM O Dia’ teriam ficado com a Poderosa.

Leo Dias comentou a respeito da religião da cantora, que é o Candomblé, religião conhecida por vertentes com sacrifícios em animais. Como Léo Dias planejava citar tal atividade em seu livro, a cantora então se aproximou da ativista da causa animal Luísa Mell para passar uma boa imagem publicamente e não repercutir de forma negativa.

VEJA TAMBÉM: Katy Perry diz que filha mostrou dedo do meio em ultrassom: “Essa é a minha garota”

Léo também citou que Anitta foi sua principal fonte sobre o fim do relacionamento entre Neymar e Bruna Marquezine, e que a atriz global era tão atacada pelo jornalista porque Anitta o pressionava. Recentemente, a suposta rivalidade entre Anitta e Bruna Marquezine voltou à tona durante a participação Manu Gavassi participar do BBB20. A cantora que ficou em terceiro lugar no reality show da Rede Globo e é grande amiga da atriz teria passado a nutrir uma má impressão de Anitta após, a funkeira ficar com Neymar numa mesma festa realizada num camarote onde Bruna estava com amigas.

Em outro momento, Léo falou do mal que Anitta fazia para algumas pessoas, e pra ele mesmo, que a carreira dela era totalmente ligada e orientada pelo candomblé, e por isso no ano de 2020 ela focaria na carreira internacional, já que possivelmente algo “abalaria” a presença da funkeira no mercado brasileiro. De acordo com previsões da religião da funkeira, ela teria “um ciclo de sete anos pujantes” entrando depois em declínio.

Léo comentou do ódio que a funkeira sente por nomes como Marina Ruy Barbosa, Ludmilla, também citou o nome da cantora Pocahontas atualmente Pocah. O colunista do UOL, declarou que chega a ter dó da funkeira pelo ódio que Anitta sente da artista. Mesmo diante da polêmica as duas funkeiras parecem ter se entendido melhor nas últimas horas já que voltaram a se seguir no Instagram. Com a grande repercussão do caso, a mãe de Ludmilla chegou a telefonar para Leo Dias que chorando em vídeo contou que a matriarca confia plenamente no colunista do UOL.

Léo Dias mencionou também que no começo da carreira de Lexa também funkeira e amiga da Anitta, ela mandava publicar as notas de falsa rivalidade entre as duas. Confira a thread abaixo: