nego do borel
O funkeiro Nego do Borel (FOTO: Reprodução)

O cantor Nego do Borel, através de sua assessoria de imprensa, confirma a rescisão de contrato com a gravadora Sony Music. A decisão pelo fim da parceria que teve início em agosto de 2015, aconteceu em comum acordo entre as partes. O artista, que é um dos nomes do cenário do funk brasileiro, está muito feliz e grato a todos os trabalhos que foram feitos neste período, mas se prepara para novos desafios e em breve anunciará as novidades.

Tenho plena consciência sobre tudo o que representei para a gravadora, e principalmente sobre o tamanho dela no Brasil e no mundo. Estou muito feliz e grato a tudo o que vivemos juntos, mas é hora de viver novos sonhos e investir em novos projetos. Conto com vocês nesta nova jornada”, afirmou o funkeiro.

Segundo o colunista Leo Dias, o fim da relação entre o cantor e a gravadora, teria sido anunciado após uma demissão comunicada em reunião pelo próprio presidente da gravadora, Paulo Junqueiro. Nos últimos tempos, o funkeiro teria se negado a fazer qualquer ação sugerida pela empresa e a equipe da gravadora já teria desistido de fazer propostas ao cantor após toda a série de polêmicas nas quais eles se envolveu recentemente. Já a assessoria do cantor nega que ele tenha sido demitido e afirma que a decisão foi tomada de comum acordo.

As confusões causadas pelo funkeiro recentemente fazem parte duma longa lista que inclui uma indenização por danos morais no valor de R$20 mil paga para um motorista de aplicativo que alega ter sido ridicularizado pelo funkeiro. Além disso, houve uma fala considerada transfóbica por parte do cantor envolvendo a influenciadora Luisa Marilac, da qual ele se desculpou logo depois. Outra polêmica de Nego do Borel envolveu também um beijo gay dado pelo cantor no clipe de “Me Solta” que acabou sendo tratado como um ato de oportunismo por parte da comunidade LGBT além de um dançarino demitido da equipe de balé do cantor que entrou como uma ação contra o músico exigindo direitos trabalhistas. Para completar, o cantor também foi pego na Blitz da Lei Seca neste ano tendo sua carteira apreendida por autoridades.

Nego afirma que suas atenções neste momento estão voltadas para a festa de Natal que fará no domingo, 22, no Morro do Borel, Zona Norte do Rio de Janeiro. Na ocasião o artista irá distribuir cerca de 60 mil cestas básicas, brinquedo, fará queima de fogos e torneio de futebol.

Nego do Borel segue como um dos maiores nomes da história do funk nacional tendo conquistado feitos que praticamente nenhum outro cantor do gênero ainda conseguiu. Recentemente, vale lembrar, o controverso e polêmico clipe de “Me Solta” foi indicado ao Grammy Latino na categoria  “Melhor Vídeo Musical Versão Curta”.

Já em janeiro de 2018, ao lado de Maluma, Nego do Borel conseguiu entrar no disputadíssimo ranking do Hot 100 da Billboard norte-americana com “Corazón” que é uma versão em espanhol de “Você Partiu Meu Coração”, hit do funkeiro com Anitta e Safadão. O Hot 100 é considerado a principal parada de singles dos Estados Unidos e antes de Nego do Borel somente cinco brasileiros tinham conseguido aparecer por lá: Sérgio Mendes, Corona, Cansei de Ser Sexy, Michel Teló e Claudia Leitte.