bts
O septeto do BTS (FOTO: Reprodução)

O sucesso global do grupo BTS está chamando atenção não só para o mundo da música. Após recordes obtidos pelo novo single, “Dynamite“, lançado na última sexta-feira (21), os meninos sul-coreanos receberam um convite especial. O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, não resistiu aos encantos do grupo e postou no Twitter um convite para os artistas.

Através da rede social, ele convidou o grupo de sucesso formado por pelos ídolos RM, Jin, Suga, J-Hope, Jimin, V e Jungkook. “Eu ouço você e todos os outros #BTSARMY dizendo que querem ver mais ‘crossover’ entre saúde pública e #BTS“, escreveu o diretor-geral, ao compartilhar um tuíte de fã sugerindo uma colaboração entre a OMS e o grupo de K-pop. “Estou muito satisfeito em convidar o BTS para levar #BTS_Dynamite para a próxima Assembleia Mundial da Saúde da @WHO“.

Veja o post:

O doutor em Saúde Comunitária pela Universidade de Nottingham ainda parabenizou a conquista dos ídolos em terem alcançado 100 milhões de visualizações em 24h com o videoclipe do single “Dynamite”. Feito esse, que fez o grupo quebrar o recorde de maior número de acessos no dia de lançamento de um vídeo na plataforma.

LEIA TAMBÉM: Confira a prévia do clipe “Ice Cream”, parceria entre Selena Gomez e BLACKPINK

O BTS ainda não se pronunciou publicamente a respeito do convite da OMS, mas muitos armys, como os fãs são chamados, já afirmaram que não se surpreenderiam se a proposta fosse aceita, lembrando que os integrantes marcaram presença com um discurso na ONU em 2018. Os membros do BTS foram nomeados embaixadores da campanha Generation Unlimited (Geração sem limites) da Unicef naquele mesmo ano.

Veja “Dynamite“: