Após retiro espiritual, Jared Leto se sentiu num apocalipse zumbi; entenda!

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Jared Leto se lembra de como foi aprender sobre a pandemia de COVID-19 nos Estados Unidos, logo após ter feito uma meditação de 12 dias, em um retiro.

O ator de Little Things conversou com Jimmy Fallon sobre sua experiência no episódio de segunda-feira (25), do The Tonight Show, lembrando que “havia cerca de 150 casos” de coronavírus quando ele partiu em seu retiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E nesse curto espaço de tempo, quando eu saí, houve um desligamento, um estado de emergência e o mundo inteiro mudou”, disse Leto, de 49 anos.

De acordo com o vencedor do Oscar, as pessoas que dirigiam o retiro “não contavam” aos participantes o que estava acontecendo, pois isso ia contra todo o objetivo da fuga.

Não tínhamos nossos telefones; não havia conversa, é claro, nenhum contato visual, nenhuma TV. E os professores [tomaram] uma decisão: ‘Não vamos incomodar os participantes’”, disse o cantor.

VEJA MAIS: BBB21: Web se arrepende de torcer pelo possível casal Fiuk e Juliette

Jared Leto disse que se sentiu “um pouco chocado” quando voltou a ligar o telefone, enquanto voltava para sua casa em Los Angeles.

Eu dirigi todo o caminho tentando ficar em paz e zen, manter o sentimento. Voltei e fiquei meio chocado. Foi como Rip Van Winkle“, explicou ele.

E enquanto a estrela do Esquadrão Suicida tinha essa ótima ferramenta para lidar com o estresse e as coisas da vida“, ele admitiu, “não acho que nada possa nos preparar para o que todos passamos no começo. Foi como chegar ao apocalipse zumbi“, disse Leto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio