mc mirella
A cantora paulista MC Mirella (FOTO: Reprodução)

A funkeira MC Mirella já vinha há algum tempo reclamando de seus empresários nas redes sociais. Por conta do contrato, a GR6 era “dona” da imagem da artista impedindo a MC de agradecer publicamente os presentes que recebia de diversas marcas.

O atraso salarial também passou a ser uma questão na vida da cantora. Após inúmeras tentativas de acordo e negociações, a cantora se viu obrigada a entrar na Justiça contra a empresa para pedir o cancelamento do contrato em juízo. 

A colunista Fábia Oliveira conversou com a advogada da artista, Adélia Soares, que revelou alguns detalhes sobre o rompimento.

Mirella está bem chateada. Foi um pedido de rescisão judicial que nós fizemos. Nós só entramos com essa ação porque a Mirella trabalhava exclusivamente para a GR6 e ela estava com vários meses de salários em atraso. Então a situação chegou num ponto que já estava insustentável. Ela vinha sofrendo muito com isso. Não tem nenhuma questão referente à pandemia. O fato de não estar fazendo shows também não justifica, porque os atrasos já decorrem anterior à pandemia“, conta a advogada.

VEJA TAMBÉM: Música de Michael Jackson que ficou escondida 30 anos vaza na web

Além dessa inadimplência deles, mesmo com a interrupção dos shows por causa da pandemia, eles continuaram monetizando as redes sociais dela, vendendo publicidade, fazendo vários sorteios nas redes dela e esse valor que eles arrecadavam das redes sociais dela era exclusivo deles, sem nenhuma porcentagem dela. Ela mesma não poderia divulgar algo em nome próprio, porque todos os direitos de imagem dela foram vendidos no contrato. Ela estava completamente algemada nesse contrato“, contou Adélia.

Mesmo com todos esses problemas entre a gravadora e a cantora, MC Mirella não queria romper a parceria.

Ela gostava da GR6, ela reconhece todo o trabalho que foi feito durante o período de parceria, só que Mirella começou a perceber um verdadeiro desrespeito com o artista. O artista também tem conta, ainda mais quando tem exclusividade e não pode trabalhar em outro lugar. Eles chegaram a fazer um acordo e esse acordo já foi descumprido também, porque eles pararam de pagar. Mesmo neste período de pandemia, eles continuaram vendendo espaço nas redes sociais dela, e a gente sabe que isso não é barato, já que ela tem 16 milhões de seguidores. A Mirella não queria essa rescisão, mas foi a única saída pra ela continuar pagando as contas dela. Ela sofreu bastante com essa decisão que levou meses pra ser tomada. Ela tentou várias negociações, mas nada foi atendido“, finalizou a advogada.