Padre Marcelo Rossi (FOTO: Rerpdoução)

Em entrevista ao UOL, Padre Marcelo Rossi falou sobre o dia em que foi empurrado do palco, enquanto estava fazendo uma missa. “Batismo de Fogo”, foi o nome escolhido pelo padre para o dia.

“Meu objetivo era lançar o livro no dia 14 de julho, que marcaria um ano do empurrão. Mas quis Deus que fosse em 14 de setembro, a Exaltação da Santa Cruz”, disse ele ao UOL.

A dor que sentia naquele momento era a mais forte que já havia sentido em toda a minha vida. Tão forte que não conseguia pensar racionalmente em mais nada”, relembrou Padre Marcelo Rossi.

VEJA TAMBÉM: Ludmilla se revolta com caso de racismo sofrido por Neymar: “Olham para sua cor”

Eu me preparei para o novo [mundo]. O empurrão me abriu um instrumento novo”, analisou. Assista: