Após ser processada por chamar apoiadores do Trump de racistas, Cardi B pede à juíza que retire o caso

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cardi B apresentou uma moção para que retirem um caso de difamação feito contra ela e sua irmã por um grupo de “partidários racistas do MAGA”.

O rapper foi processada por difamação em setembro, depois de supostamente chamar um grupo de partidários de Trump de racista, após um incidente em uma praia nos Hamptons.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os demandantes alegam que foram abordados por Cardi B e sua irmã Hennessy Carolina, que os insultou porque uma delas usava um boné MAGA (Making America Great Again).

Na sexta-feira (26 de fevereiro), Cardi e Hennessy pediram ao juiz que rejeitasse o caso, segundo documentos legais obtidos pelo TMZ.

VEJA MAIS: Katy Perry surge de maiô pela primeira vez após dar à luz; confira!

Nos documentos, a rapper dizia que só estava sendo perseguida porque era uma celebridade e os acusadores queriam dinheiro. As irmãs também alegaram que as palavras usadas eram apenas suas opiniões e, portanto, não eram difamatórias.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio