Após shows com aglomeração, equipe de Belo se pronuncia: “Não cabe ao artista”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste Carnaval, por conta da pandemia, os famosos blocos de rua, desfiles e trios elétricos foram cancelados. Mas, apesar de todas as restrições e avisos de cuidado, o último final de semana foi marcado por aglomerações. O cantor Belo, inclusive, fez dois shows clandestinos para milhares de pessoas. A atitude do cantor foi detonada pelos internautas e sua equipe decidiu se pronunciar.

Procurado pelo site iG Gente, o escritório do artista declarou: “Fomos contratados por uma produtora. Temos contrato firmado com essa empresa. Quanto a locação do espaço e etc, não cabe ao artista. Fomos contratados para fazer o show e cumprimos o que foi acordado. Sem mais, obrigado”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os dois shows aconteceram no Rio de Janeiro, no último sábado (13). O primeiro aconteceu durante a madrugada, na favela Parque União, no Complexo da Maré. A festa, gravada e publicada nas redes sociais, não tinha autorização para acontecer e será investigada pela Polícia.

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

O segundo show aconteceu na casa noturna Konteiner, na Vila Cruzeiro, Complexo da Penha. Belo se apresentou ao lado de outras atrações e o evento também atraiu uma multidão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio