elvis presley
O astro norte-americano Elvis Presley (FOTO: Reprodução)

A neta de Elvis Presley, Riley Keough postou várias fotos preciosas do falecido irmão Benjamin nesta quarta-feira (21), homenageando seu aniversário de 28 anos.

Feliz aniversário, lindo anjo‘, escreveu a celebridade da terceira geração, celebrando a vida de Benjamin pouco mais de três meses após sua trágica morte por suicídio. Os irmãos pareciam tão próximos quanto podem estar, se abraçando fortemente nas fotos do casamento de Riley com Ben Smith-Petersen, cinco anos atrás.

Touching tribute: Riley Keough celebrated the life of late brother Benjamin Keough on Wednesday October 21st, what would have been his 28th birthday
(FOTO: Reprodução Instagram)
Buddies: Riley and Benjamin looked close as can be in the first two photos, which were from Riley's wedding to Ben Smith-Petersen five years ago
(FOTO: Reprodução Instagram)

VEJA TAMBÉM: Giulia Be abre o jogo sobre relação com Luan Santana: “Foi muito além de só a música”

Vintage: Another pair of throwback showcased their younger days
(FOTO: Reprodução Instagram)
Vintage: Another pair of throwback showcased their younger days
(FOTO: Reprodução Instagram)

O neto de Elvis Presley morreu em julho após se matar com um tiro na mansão de sua família em Calabasas, Califórnia. Na época, fontes revelaram que ele estava ‘lutando’ e que sua morte, embora devastadora, não foi uma ‘grande surpresa’ para sua mãe ou outros parentes.

Keough era filho de Lisa Marie e Danny Keough, seu primeiro de quatro maridos. Os dois estiveram juntos de 1988 a 1994.

Na semana passada, um relatório de autópsia recém-divulgado revelou que o filho de Lisa Marie Presley tinha cocaína e álcool no organismo quando atirou em si mesmo.

Não está claro a quantidade de álcool ou cocaína que ele tinha em seu sistema, mas havia traços de ambos, de acordo com o relatório divulgado pelo escritório do legista do condado de Los Angeles no início desta semana.

O relatório também descreve a história de Keough com doença mental. Ele havia tentado tirar sua vida seis meses antes, depois passou três semanas na reabilitação quatro meses antes de morrer.

Suicídio

O suicídio é considerado pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública, complexo, multifacetado e de múltiplas determinações, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero. Todos os anos, cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio no mundo, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde).

No Brasil, uma pessoa morre por suicídio a cada hora, enquanto outras três tentaram se matar sem sucesso no mesmo período. O assunto é tão complexo que muitas pessoas evitam falar a respeito, o que nem sempre é a melhor decisão. Um problema dessa magnitude não pode ser negligenciado, pois sabe-se que o suicídio pode ser prevenido. Uma comunicação correta, responsável e ética é uma ferramenta importante para evitar o efeito contágio. Centro de Valorização da Vida Uma das entidades que ajuda pessoas com pensamentos tristes e depressivos é o Centro de Valorização da Vida, o CVV. A organização existe há anos graças ao trabalho voluntário de centenas de pessoas. O atendimento é gratuito e pode ser feito por telefone e internet. O telefone que tem cobertura para todo Brasil é 188.