Karol Conka.
A rapper curitibana Karol Conká (FOTO: Divulgação)

Cinco anos depois do último disco, Karol Conká lançou seu novo álbum em estúdio. Intitulado “Ambulante”, este é o terceiro disco em estúdio da rapper curitibana e mostra faixas onde a cantora passeia pelos mais variados temas como militância, superação e representatividade. “Resolvi falar de temas que as pessoas são acostumadas a ouvir no dia a dia, mas que não são retratadas na música. Então dá para dançar, curtir e refletir”, explicou a artista.

VEJA TAMBÉM: Anitta lança o aguardado “Solo”; seu novo EP com músicas inéditas

Além do single de estreia “Kaça” outros dois destaques do álbum são as faixas “Vogue do Gueto” e “Você Falou”. Já a canção “Dominatrix” tem uma pegada mais divertida e erotizada enquanto “Saudade” é uma das faixas mais melódicas do novo disco.

Após algumas investidas em singles anteriores, Karol Conka resolveu voltar atrás e confiar toda a produção do disco a um velho parceiro de sua carreira chamado Péricles Martins. Trata-se do produtor Boss in Drama, DJ e artista musical curitibano que produziu alguns dos maiores hits da cantora como “Lista VIP” e “Toda Doida”.

Karol Conka é uma entidade divina no clipe de “Kaça”

Foi divulgado o clipe de “Kaça”, o primeiro single do álbum “Ambulante”, o novo disco da rapper Karol Conka. O vídeo foi divulgado nesta quinta-feira (dia 11) e assim como o novo álbum da rapper, a faixa também contou com a produção de Boss in Drama.

A canção aposta num rap mais politizado e ao site POPline, Karol Conka explicou o conceito da faixa “Quando cantamos sobre racismo, feminismo, força e poder, muita gente tenta nos diminuir. Achou que eu ia desistir? Vai ter que engolir, porque eu não cheguei até aqui pra não existir”.

VEJA TAMBÉM: “Medicina” de Anitta apresenta crescimento nas rádios dos EUA

No macabro clipe, Karol Conka aparece com um extravagante visual que flerta com o sagrado enquanto canta que é “dona do Alá”. Assista abaixo: