Apresentação de Demi Lovato envolvendo política é supostamente censurada

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Demi Lovato sempre foi uma voz ativa em assuntos como saúde mental, auto-estima, abuso de drogas, racismo, homofobia e política.

Por conta de seus claros posicionamentos, ela resolveu levar esses tópicos para o palco da Bilboard Music Awards nesta quarta-feira (15). Porém, ao que parece, os organizadores do evento não gostaram da atitude da morena.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lovato apresentou Commander in Chief, uma canção que, segundo a artista, serve como uma carta para Donald Trump.

VEJA TAMBÉM: Censura? Esposa de Bolsonaro quer processar Detonautas após música sobre cheques do Queiroz

O TMZ obteve imagens da performance de Demi – do jeito que ela queria que fosse ao ar. No final a palavra “VOTE” seria exibida de forma muito clara no telão. Mas isso não aconteceu na transmissão.

A mensagem final desapareceu quando o programa foi ao ar. Em seu lugar, a edição mostrou um close-up de Demi ao piano.

Fontes dizem que a emissora retirou a mensagem porque a música em si foi um golpe em Trump e a mensagem “VOTE” foi uma chamada para votar contra ele.

Versão gravada // Versão transmitida (FOTO: Reprodução)

“Muitas vezes eu quis escrever uma carta ao presidente ou sentar-me com ele e fazer-lhe essas perguntas. Pensei que uma forma de fazer isso é escrever uma música e lançá-la para todo o mundo ouvir e então ele tem que responder a essas perguntas para todos e não apenas para mim”, disse Demi sobre o significado da música

A letra da música é bem clara: “Com cada história que você contou, eu sou sortuda, porque há pessoas em situações piores, que já sofreram o bastante. Elas já não sofreram o suficiente?”.

“Mas você não consegue se cansar, fechando sistemas para ganho pessoal, combatendo incêndios com panfletos e rezando por chuvas. Você não sente dor? Nós não somos peões no seu jogo”.

Demi Lovato entona no refrão: “Comandante chefe, se eu fizesse coisas que você faz, eu não conseguiria dormir. Você ao menos sabe a verdade? Estamos em crise, as pessoas estão morrendo enquanto você enche seus bolsos”.

A letra foi escrita por Demi ao lado de Julia Michaels e Justin Tranter. A produção ficou por conta de Finneas – irmão de Billie Eilish.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio