Aretha Franklin
A cantora Aretha Franklin (FOTO: Reprodução)

A morte da cantora Aretha Franklin, nesta quinta-feira (dia 16), fez com que suas canções voltassem às paradas musicais. Um dos maiores hinos feministas da música mundial, o hit “Respect”, de 1967, alcançou o primeiro lugar do iTunes nos Estados Unidos.

Mais de cinco mil downloads da canção teriam sido registrados até o momento e um  detalhe importante é que Aretha aparece mais duas vezes no Top 10 da plataforma de streaming. As outras canções de Aretha Franklin que despontaram entre as dez primeiras posições do iTunes foram “(You Make Me Feel Like) A Natural Woman” (no 3º lugar) e “I Say a Little Prayer” (em 10º).

VEJA TAMBÉM: “Sua música permanece para nos inspirar” afirma Obama sobre morte de Aretha

A rainha da soul music aparece desponta no 14º lugar com “Chain of Fools”, na 18ª posição com “Think” e em 30º lugar com “Freeway of Love”.

Vida de Aretha Franklin vai virar filme estrelado por Jennifer Hudson

Em breve deverá ser lançado um filme trazendo a história de Aretha Franklin, que faleceu aos 76 anos nesta quinta-feira (dia 16). Com lançamento previsto para janeiro, o longa-metragem ainda está em fase inicial de desenvolvimento e o nome mais cotado para interpretar a rainha do soul continua sendo o da cantora e atriz Jennifer Hudson.

Hudson que foi escolhida pela própria Aretha Franklin, conquistou o Oscar interpretando uma cantora de soul music no musical “Dreamgirls”, filme de 2006 inspirado na trajetória do grupo The Supremes. Ela foi revelado no reality musical American Idol e seu álbum de estreia conquistou o prêmio Grammy como melhor álbum R&B.

No anúncio de sua escalação em janeiro, em uma festa pré-Grammy, Jennifer Hudson cantou “Respect” e “(You Make me Feel Like) a Natural Woman”, alguns dos maiores sucessos de Franklin.

O filme, vale lembrar vem sendo planejado há alguns anos, será produzido pelos estúdios MGM e deve se basear na autobiografia “Aretha: From These Roots”, lançada em 1998.

A produção ficará a cargo de Scott Bernstein, de “Straight Outta Compton: A História do N.W.A.”, e Harvey Mason Jr., produtor musical que já trabalhou com Aretha Franklin e também esteve por trás da trilha sonora de “Dreamgirls”.