Aretha Franklin
A cantora Aretha Franklin (FOTO: Reprodução)

O site especializado em celebridades TMZ, teve acesso ao atestado de óbito de Aretha Franklin e confirmou qual foi a causa de sua morte. Em decorrência de um câncer no pâncreas, a cantora que tinha 76 anos faleceu às 9h50 da manhã de quinta (dia 16), em Detroit, nos Estados Unidos. O câncer no pâncreas é um dos tipos mais agressivos da doença, sendo de difícil detecção além de ter células que reagem com maior facilidade ao tratamento de quimioterapia.

A cantora já enfrentava a doença há oito anos e de acordo com o site, nos últimos meses, sua saúde passou a ficar mais fraca, tendo que fazer uso de cuidados paliativos. No momento da morte, estava cercada dos amigos e familiares.

O documento do óbito também informa que Aretha será sepultada no Cemitério Woodlawn, em Detroit mesmo. A família da artista prepara um velório de quatro dias para “celebrar sua vida”, com o caixão aberto ao público no Museu da História Afro-Americana. A família também pleneja um funeral para amigos e parentes no Templo Greater Grace.

Aretha Franklin alcança o topo do iTunes com “Respect” e domina a parada

A morte da cantora Aretha Franklin, nesta quinta-feira (dia 16), fez com que suas canções voltassem às paradas musicais. Um dos maiores hinos feministas da música mundial, o hit “Respect”, de 1967, alcançou o primeiro lugar do iTunes nos Estados Unidos.

Mais de cinco mil downloads da canção teriam sido registrados até o momento e um  detalhe importante é que Aretha aparece mais duas vezes no Top 10 da plataforma de streaming. As outras canções de Aretha Franklin que despontaram entre as dez primeiras posições do iTunes foram “(You Make Me Feel Like) A Natural Woman” (no 3º lugar) e “I Say a Little Prayer” (em 10º).

VEJA TAMBÉM: “Sua música permanece para nos inspirar” afirma Obama sobre morte de Aretha

A rainha da soul music aparece desponta no 14º lugar com “Chain of Fools”, na 18ª posição com “Think” e em 30º lugar com “Freeway of Love”.