Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ariana Grande chora em entrevista ao lembrar atentado terrorista

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A cantora norte-americana Ariana Grande se emocionou durante sua participação no programa de rádio Beats1 da Apple Music nesta sexta-feira (dia 17). Divulgando o seu novo álbum em estúdio, o “Sweetener”, a cantora conversou com o locutor do programa e relembrou o atentato terrorista ocorrido em um dos seus shows em Manchester em maio de 2017. Ao comentar o assunto, Ariana Grande não segurou as lágrimas e pedindo desculpas acabou se emocionando durante o programa.

Confira o áudio abaixo:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na entrevista, a cantora declarou ainda ser muito difícil lidar com toda a experiência e que mesmo um ano depois do incidente, o tempo ainda não a fez esquecer da tragédia nem tornou a dor mais suportável. O atentado terrorista deixou 22 mortos. A cantora explicou que no período do Natal, especialmente, foi bastante duro pra ela, pois ela ficou pensando na vida das pessoas que foram afetadas pelo atentado. Ariana ainda afirmou que tenta não demonstrar medo e que a ideia de levar a turnê até o último show foi uma meta que estabeleceu para tentar transmitir um exemplo para os seus fãs.

VEJA TAMBÉM: Fãs de Ariana acusam Pharrell de ter arruinado novo álbum da cantora

“Muda sua vida. Você realmente quer estar mais presente e seguir seus impulsos felizes, e descobrir depois no que vai dar, sabe? Apenas curtir o momento. Você tenta não cair no medo, porque obviamente esse é o grande ponto aqui”, afirmou a cantora.

O álbum novo da artista tem uma homenagem às vítimas do atentado. A última música, “Get Well Soon”, traz 40 segundos de silêncio no fim. Assim, a música termina com 5 minutos e 22 segundos de duração. Vale lembrar que o atentado aconteceu em 22 de maio (quinto mês do ano).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

© 2021 Observatório de Música | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL