ariana grande
A cantora norte-americana Ariana Grande (FOTO: Reprodução)

Ariana Grande foi às redes sociais neste domingo (dia 15) para falar sobre as pessoas que não está levando mais a sério o surto mundial de COVID-19 (coronavírus).

Eu continuo ouvindo de uma quantidade surpreendente de pessoas, declarações como ‘Isso não é grande coisa’, ‘Nós vamos ficar bem’, ‘Nós ainda temos que seguir nossas vidas’, e isso está realmente me deixando louca, “ela escreveu. “Eu entendo se é assim que você se sentiu semanas atrás. Mas, por favor, leia sobre o que está acontecendo. Por favor, não feche os olhos.”

A mensagem de Ariana vem depois que o congressista Devin Nunes apareceu na Fox News no início do dia e recomendou que as pessoas fossem com a família a um restaurante ou pub local, enquanto profissionais especializados sobre esse assunto reforçaram o pedido pelo distanciamento social para reduzir a disseminação do coronavírus.

A mensagem da cantora também chamou a atenção para os jovens que ignoram a ameaça do vírus, uma vez que provavelmente não afetará seu meio de vida, mas não levam em consideração outras pessoas, principalmente os idosos.

“É incrivelmente perigoso e egoísta encarar essa situação de ânimo leve“, continuou ela. “A mentalidade de ‘ficaremos bem porque somos jovens’ está colocando muito em perigo as pessoas que não são jovens e / ou saudáveis. Você parece estúpido e privilegiado e precisa se preocupar mais com os outros. Como agora.”

VEJA TAMBÉM: Gusttavo Lima bebe demais e revela que passa horas “chupando periquita” da esposa

No domingo, o diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, Anthony Fauci, alertou que os jovens precisam estar cientes da possibilidade de que, embora possam não manifestar maiores problemas por causa do vírus, ainda podem ser portadores que transmitirão a doença aos idosos. .

Mesmo que você não fique gravemente doente, você poderia levá-lo a uma pessoa que o levaria a seu avô, sua avó ou parente mais velho“, disse Fauci. “É por isso que todo mundo precisa levar isso a sério, até os jovens.”