ariana grande
A cantora norte-americana Ariana Grande (FOTO: Reprodução)

Logo depois que foi lançada, “7 Rings” canção de Ariana Grande se tornou um dos maiores sucessos da carreira da cantora. Após retornar à almejada primeira posição do Hot 100 da Billboard, a faixa voltou a ser assunto por um motivo mais delicado. Depois de uma reivindicação judicial, Ariana Grande precisou abrir mão de grande parte dos direitos autorais da canção, cedendo-os para dois compositores já falecidos: Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II.

Tanto Richard quanto Oscar são os nomes por trás da clássica canção “My Favorite Things”, do musical “A Noviça Rebelde”. Vale lembrar que a faixa de 1972 teve um sample usado no atual hit da cantora, e quando Ariana e sua gravadora foram avisadas pela empresa responsável pela canção clássica, eles optaram por não terem dor de cabeça. Segundo o jornal The New York Times, Ariana e sua gravadora aceitaram logo num primeiro momento o acordo oferecido, no qual era pedido 90% dos lucros da faixa.

Desta forma, a cantora praticamente não ganhará muito mais pela faixa, já que os 10% dos lucros deverão ser divididos entre ela e os outros sete compositores envolvidos.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que um acordo como esse põe fim às discussões sobre direitos autorais na indústria internacional. Um caso recente é do cantor britânico Ed Sheeran, que precisou colocar os nomes do integrantes do grupo TLC entre os compositores do hit “Shape of You”. Após análises e perícias foram comprovadas as semelhanças da canção com um dos maiores sucessos dos anos 90, a faixa “No Scrubs”.

Ariana Grande faz homenagem a Mac Miller em estreia de nova turnê

Foi uma noite bastante especial para Ariana Grande nesta segunda (dia 18), com a estreia da turnê mundial “Sweetener World Tour”. Além de apresentar pela primeira vez seu novo espetáculo, a cantora norte-americana fez uma delicada homenagem ao ex-namorado Mac Miller, que morreu de overdose no ano passado.

Antes do show ter início, a equipe de Ariana Grande resolveu colocar algumas músicas do rapper norte-americano para serem reproduzidas na arena Times Union Center, na cidade de Albany. Todos os fãs entenderam a mensagem de tributo transmitida pela cantora, afinal de contas, Mac Miller foi uma das inspirações para faixas dos dois recentes álbuns lançados por Ariana Grande (os discos “Sweetener” e “thank u, next”). Confira abaixo:

Vale ressaltar que no mesmo dia, Ariana chegou a afirmar para alguns dos fãs, durante a passagem de som, que não iria cantar as faixas “ghostin” e “imagine” nos shows, justamente pelas mensagens mais emocionais das letras e porque isto poderia ser “muito pesado” para ela.

VEJA TAMBÉM: Miley Cyrus é substituída após chorar em funeral de cantora

Quando Mac Miller morreu em setembro do ano passado, Ariana Grande estava separada do rapper há poucos meses. A cantora estava noiva do comediante Pete Davidson e acabou entrando numa delicada espiral de emoções que acabou colocando fim em seu relacionamento com o humorista.