elvis presley
O astro norte-americano Elvis Presley (FOTO: Reprodução)

Mesmo após décadas de sua morte, Elvis Presley continua sendo um dos artistas mais influentes na história do rock e influenciando vários gêneros musicais. Muitos músicos abordaram a música graças a ele, entre eles podemos mencionar cantores e grupos famosos como: The Beatles, Elton John, David Bowie e Robert Plant. Entre os vários apelidos que lhe vem sido atribuídos ao longo dos anos, o mais famoso é sem dúvida “Rei do Rock”, ou simplesmente “O Rei”.

O apelido de Rei do Rock foi lhe dado após alguns anos de sua estreia, quando ele já era uma estrela mundial da música. Mas Elvis nunca gostou particularmente deste apelido, tanto que declarou durante os anos 70: “Eu não sou o rei, Jesus Cristo é o rei”. Sou apenas um cantor”. Ainda sim, vale destacar cinco músicas que lhe renderam essa coração.

“THAT’S ALL RIGHT MAMA” – 1954

“That’s All Right Mama” foi a primeira música lançada por Elvis Presley para pela gravadora Memphis Sun Records. Não foi um sucesso mundial, muito menos nos Estados Unidos. O sucesso foi limitado a Memphis, mas a importância da canção é inegável, pois foi a música que o projetou e tocou nos primeiros concertos, aqueles em que, com os movimentos instintivos das pernas do rei, enlouqueciam as multidões. A canção foi gravada com apenas três instrumentos: Elvis cantou e tocou uma guitarra acústica, Scotty Moore na guitarra semi-acústica e Bill Black no contrabaixo.

“HEARTBREAK HOTEL” – 1956

“Heartbrak Hotel” foi lançada em Janeiro de 1956. Escrita por Mae Axton e Tommy Durden, a síntese da canção é de particular interesse: os dois compositores foram inspirados por uma notícia, que relatou o suicídio de um rapaz, que tinha deixado um bilhete com a frase “Estou andando numa rua solitária”. Esta rua solitária é mencionada na canção e é a que se encontra com o fundo do “Hotel Heartbrek”. Esta canção foi o primeiro grande sucesso de Elvis Presley, bem como a sua primeira canção a ganhar o disco de ouro.

“HOUND DOG” – 1956

Lançada como single em Julho de 1956, “Hound Dog” é uma das músicas para pistas mais famosas de Elvis Presley. É a sua reinterpretação da canção de Big Mama Thornton, escrita por Jerry Leiber e Mike Stoller, que ao longo dos anos escreveu mais canções de grande sucesso para Elvis. O Rei se inspirou num espectáculo que assistiu em Las Vegas em Abril do mesmo ano, depois começou a tocá-la ao vivo e finalmente decidiu gravar a canção no estúdio. Ele tinha em mente a forma de o gravar, e antes de estar satisfeito com o desempenho que gravou 31 takes, dos quais 28 foram escolhidos. A canção foi o primeiro lugar da paradas durante onze semanas, tendo ganho quatro discos de platina.

“DON’T BE CRUEL” – 1956

“Don’t Be Cruel”, foi escrita por Otis Blackwell, e seria a continuação de “Hound Dog”, pois era o lado B do trabalho. Embora normalmente o destino do lado B seja pouco levado em consideração, o mesmo não se pode dizer desta canção. Gravado na mesma noite como “Hound Dog” e “Any Way You Want Me”, durante uma sessão de gravação de sete horas, com as 31 tomadas acima mencionadas, “Don’t Be Cruel” atingiu, tal como o seu lado A, o topo das tabelas. Estima-se que cinco anos após o seu lançamento, em 1961, seis milhões de exemplares tinham sido vendidos.

“LOVE ME TENDER”– 1956

“Love Me Tender”, uma canção nascida da adaptação de uma música tradicional chamada “Aura Lee”, do ano de 1861, é uma das baladas mais famosas de Elvis Presley. A canção dá o título ao primeiro filme da carreira de Elvis. Presley não quis fazer filmes em que cantou, um destino que o seguiu para quase todos os filmes em que estrelou, e ficou muito desapontado com isso. A canção foi um enorme sucesso, tanto que após ter sido apresentada no famoso Ed Sullivan Show, as reservas dos fãs para o disco excederam um milhão, fazendo com que Elvis ganhasse o disco de ouro mesmo antes de ser lançada no mercado.