Astro da música esnobou convite de Michael Jackson para parceria em hit do cantor

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Pete Townshend lembrou-se de ter sido convidado a participar do álbum Thriller de Michael Jackson em 1982.

O guitarrista do Who optou por não aceitar o convite, mas recomendou Eddie Van Halen, o que levou à contribuição clássica da falecida lenda da guitarra para o hit de 1983 “Beat It” – um dos singles de maior sucesso de todos os tempos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eu disse que não poderia fazer isso, mas recomendei Eddie, que ligou, e conversamos”, disse Townshend à Rolling Stone em uma entrevista recente. “Ele foi extremamente charmoso, feliz com a conexão, mas me disse o quanto estava gostando de tocar teclado.”

VEJA TAMBÉM: Além de Caetano Veloso, Chico Buarque também revela apoio a Boulos

Na época, Van Halen estava trabalhando no single de sua banda, o sintetizador “Jump“, que foi lançado no final de 1983.

Beat It“, que liderou a parada de singles por três semanas, também contou com a participação do guitarrista Toto Steve Lukather e marcou a primeira tentativa de Michael Jackson em uma canção de rock. “Eu queria escrever … o tipo de música que eu compraria se fosse comprar uma música de rock“, disse Jackson à Ebony em 1984. “Foi assim que eu abordei, e queria que as crianças realmente gostassem – a escola crianças e também estudantes universitários.”

Townshend disse sobre o Van Halen: “Seu sorriso era simplesmente clássico. Um homem em seu devido lugar, tão feliz por fazer o que fez. (…) À medida que foi ficando mais velho, ele se tornou mais generoso, divertido e modesto em relação a seus enormes dons. Ele compartilhou muitos truques em workshops de guitarra, online e em programas de TV. Talento imenso.

Ele chamou a morte de Van Halen em 6 de outubro de “completamente trágica.” “Ele não era apenas um jogador inovador e estiloso com muito bom gosto, ele também era um showman virtuoso e descontraído que nos surpreendia todas as vezes”, observou Townshend. “Cada triturador de hoje perdeu seu mestre professor e guia.”

Chamando Van Halen de “Grande Guitarrista Americano“, Townshend concluiu, “Eu esperava que ele pudesse ser presidente um dia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio