Banda britânica de heavy metal, Judas Priest (FOTO: Reprodução)

Rob Halford, vocalista do Judas Priest, revelou em sua autobiografia que já foi abusado sexualmente por um amigo de seu pai.

“É uma história importante. O abuso sexual é uma coisa horrível. Na época, foi terrivelmente confuso e não poderia ter acontecido em pior hora para mim, como um jovem que já estava tentando descobrir as coisas”, revelou.

E continua: “Falando sobre isso agora, posso sentir o horror e estar totalmente assustado e com vontade de fugir. Mas, ao mesmo tempo, sinto: ‘Agora isso é afeto, de uma forma muito crua e brutal’. Foi incrivelmente complexo. Você só pode imaginar como é para um jovem lidar com esse tipo de agressão”.

VEJA TAMBÉM: Black Sabbath anuncia edição comemorativa de 50 anos do clássico Paranoid

Segundo Rob, se seu pai estivesse vivo, ele provavelmente não revelaria o estupro: “Eu odiaria que meu pai sentisse que era cúmplice disso de alguma forma, porque ele absolutamente não era”.

O vocalista do Judas Priest ainda disse que consegue lidar bem com o trauma: “Se esses incidentes nunca tivessem acontecido quando eu era adolescente, eu teria me tornado alguém diferente, [em relação à] minha intimidade com outras pessoas? Provavelmente sim.