A dupla sertaneja Marlon e Maicon (FOTO: Reprodução)

Nesta sexta-feira (11), a psicanalista Maria Clara, que está grávida do sertanejo Marlon, usou as redes sociais para desabafar sobre as acusações de traição feitas pela ex-mulher do artista, Letícia Oliveira.

Através dos Stories do Instagram, ela negou ser o pivô do fim do relacionamento e pediu para que as pessoas parassem os ataques contra o casal.

“Estão passando dos limites, atacando a mim, minha família, meu trabalho, os filhos dele… Marlon sempre foi meu amigo. Minha amizade era com ele e não com ela. Fui na casa dela uma vez, há três anos. A última vez que ela falou comigo foi no começo do ano. Animal ferido, fere. Entendo a dor dela, mas ele foi lá e terminou a relação. Ela soube que eu estou grávida pela boca dele. As coisas não são assim.”, começou.

Em seguida, ela revelou que o casal vem sofrendo ataques constantes dos internautas: “Pelo amor de Deus, parem de atacar pessoas. As pessoas têm direito de fazer escolhas. Vocês acham que eu vou entrar na casa de alguém e roubar marido? Não roubei marido de ninguém. Ele veio porque ele quis, porque a gente se apaixonou e quer tentar. Nossa relação já deu certo, porque temos um fruto. Não importa como vai ser daqui para frente. Sei que final da relação dói, também terminei um casamento de 15 anos, mas estamos sendo atacado 24 horas.”.

Não é verdade', diz mulher acusada de ser pivô da separação de ex Power  Couple | Fábia Oliveira | O Dia
(Foto: Reprodução)

VEJA TAMBÉM: Áudios de Anitta sobre Iggy Azalea, Preta Gil, Ludmilla e Simaria vazam na web

Maria Clara também explicou as medidas de proteção que tomou contra as acusações da ex de Marlon. “Não estou processando. Apenas entrei com uma liminar para impedir que ela pare de falar meu nome. Não gosto de exposição. A relação deles é deles, não tenho nada a ver com isso. As pessoas têm direito de ser felizes e seguir a vida. Não roubei o sonho de ninguém. Ela ainda pode engravidar ou num banco de esperma”

“Não é assim que as coisas acontecem. Acontece, ninguém faz as coisas de propósito. Era para ser, ponto acabou, gente. Respeita. Parem de dar sentença. Entendo a dor dela, mas aqui também tem dor. Ele também está dolorido com o final de casamento. As coisas não são assim”, completou a psicanalista.