Atual líder do Queen, Adam Lambert diz que se sente como um “sobrinho adotado” da banda

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Adam Lambert revelou detalhes de como aceitou a proposta do Queen para “ocupar o cargo” de Freddie Mercury e seu relacionamento com os integrantes da banda.

Quando o vocalista aceitou a proposta para integrar a banda, ele teve apenas nove dias para se preparar para duas horas de show diante de meio milhão de pessoas, mas não hesitou. “Eu gosto de desafios”, lembrou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Isso é apenas uma colaboração mas, ao mesmo tempo, tenho a impressão de que faço parte da família, como um sobrinho adotivo ou algo assim”, disse.

VEJA TAMBÉM: Três anos após a morte de Chester Bennington, Linkin Park transmitirá show inédito

No mês passado, a banda lançou o primeiro álbum ao lado do norte-americano.

Recentemente, Adam contou que não quer copiar Freddie, frisando que são diferentes na aparências e experiências: “Freddie e eu somos diferentes. Não somos iguais, tivemos experiências diferentes”.

O artista disse sabia que o público do Queen não o veria como Freddie Mercury e por causa disso, fez o possível para garantir que ninguém decepcionasse.

“Existem paralelos – sou conhecido por ter uma personalidade forte e, digamos, que existem semelhanças em nossas vidas pessoais – mas estou ciente de que o público não está vendo Freddie”, confessou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio