Azealia-Banks
(FOTO: Reprodução)

Por onde passa Azealia Banks acaba sendo assunto, gerando grande repercussão. E aqui no Brasil não seria diferente. Após cancelar um show em que seria a atração de abertura para Pabllo Vittar e atacar a brasileira pelas redes sociais, a rapper norte-americana continua reclamando nas redes sociais da equipe de produção do show e também da drag queen.

Não havia nem água o suficiente para a minha equipe no camarim. Eles não tinham meu equipamento para o show, eles me sabotaram. Eles sabiam do evento desde julho e quando apareci não tinha nada. Nem tinha água para a minha equipe no camarim. Eles até tentaram me hospedar em um hostel”, afirmou Azealia Banks.

A norte-americana ainda comparou o camarim no qual ficou ao espaço de Pabllo Vittar. “Eu olhei o camarim da Pabllo e ele tinha comida, bolo, água, energéticos, flores e para mim, uma mesa, sem cadeiras, sem espelho e só duas garrafinhas de água”, revelou. “Foi um tentativa de Pabllo de se sair melhor, mas eu não caí. Os dançarinos dele provocaram os meus dizendo ‘essa cidade é nossa, vocês vão abrir nosso show’”.

Desde que começaram as reclamações de Azealia Banks, nem Pabllo Vittar, nem os organizadores do evento em questão se pronunciaram sobre as questões levantadas pela rapper estadunidense.

“7 milhões de fãs no Brasil literalmente não significam nada na grande indústria [fonográfica]. É considerado um mercado ‘B-C’. Não um mercado ‘A’. EU NÃO FAÇO AS REGRAS. Azealia Banks é uma figura icônica na cultura feminina, gay e fashion INTERNACIONAL, e vocês vão respeitá-la ou não a terão. Eu não perco nada em nunca mais voltar ao Brasil. E acredite em mim – a forma como vocês me incomodam… eu NUNCA MAIS voltarei ao Brasil. Nem mesmo para passar férias. Boa viagem. Estou farta dos gays brasileiros me xingando com inglês ruim e me implorando por sabonetes e ingressos de graça. Tentei dar o meu melhor, mas vocês se viraram contra mim por nada. CANSEI”, afirmou Azealia Banks.

Azealia Banks

Já em seu Stories da conta no Instagram, a cantora publicou a foto do possível contrato onde prova que segundo as negociações ela realmente fecharia o dia no festival. “É por isso que não quis me apresentar em Fortaleza, agora, se todos pudessem gentilmente calar a boca, eu agradeceria”, escreveu ela.

Azealia Banks

Azealia Banks acusa Pabllo Vittar e equipe de armação contra ela

Azealia Banks voltou a tocar na polêmica que envolveu o cancelamento do seu show no Festival Pisa Menos, em Fortaleza. Apesar de afirmar na época que não subiria ao palco por causa de desentendimentos com a produção do evento, em conversa com uma fã, ela confirmou que desistiu por não querer se apresentar antes de Pabllo Vittar.

A cantora mostrou um papo no qual afirma que de fato não tinha a intenção de fazer o show antes da drag queen, apesar de dizer que gostava da brasileira, mas que foi enganada pela produção do festival. Os registros foram retirados de directs do Instagram, em uma série de prints publicados no stories.

O produtor me disse que era o meu show. Quando eu apareci, era o show dela. Eu não tenho nada contra ela, mas não vou abrir para alguém que sinto que sou mais poderosa“, justificou.

VEJA TAMBÉM: Jovens de cidadezinha gaúcha recriam clipe “Medicina” de Anitta e o resultado é incrível

Minha essência é muito potente para me colocar abaixo de alguém que mal existe no meu mundo. É uma questão de negócios… não é pessoal“, explicou.

Para Azealia Banks, abrir o show de Pabllo, a colocaria como uma artista inferior, sendo que ela é uma artista internacional. “Pabllo Vittar é um artista local brasileiro. Ele não é internacional. Eu sou internacional.”

Eu suspeito que essa foi uma manobra dele e dos produtores para tentar dar a Pabllo alguma influência internacional. Não caí nessa. Quando assinei o contrato para o show, eu disse que o show era meu. Nem prestei atenção nos outros artistas“, contou.

O chato é que ele tentou fazer parte do bonde e armar pra mim para que ele pudesse aparecer como uma diva. Eu realmente achava que ele era um genuíno admirador meu. Se ele não tivesse feito esse truque, eu teria emprestado 100% do meu talento para combinar com a cultura gay americana… Agora, não quero fazer nada com ele“, prosseguiu.

Azealia Banks encerra mostrando como ficou chateada com a suposta atitude de Pabllo e a equipe do festival. “Eu queria cozinhar pra ele, dar a ele todos os sabonetes, ir para o estúdio e tudo mais. Eu fiquei com o coração partido quando vi que ele estava tentando armar essa merda pra mim. Foi muito desolador pra mim“, concluiu.