babusantana
O ator e cantor carioca Babu Santana (FOTO: Reprodução)

Sem dúvidas o BBB 20 foi uma das edições mais marcantes do reality, principalmente pela mistura de anônimos e famosos, além do início da pandemia que fez com quem não fosse fã do programa, passasse a ser! Babu Santana com certeza foi um dos mais comentados dentro do confinamento, inclusive chegando ao quarto lugar da atração e ganhando diversas oportunidades de emprego após o término.

Recentemente, Babu foi entrevistado pelo canal RAP TV no Youtube, na qual comentou sobre vários assuntos, como seu amor pelo rap, recordações relacionadas a sua criação, debates sociais com os filhos e seus contrapontos dentro do BBB, além de como reagiu com a pandemia do novo coronavírus.

Durante a entrevista, Babu contou que sua mãe foi uma figura muito importante para sua formação como homem em um mundo completamente machista, o ensinando desde novinho a fazer algumas atividades domésticas, como lavar panelas, algo muito visto do ator no confinamento do programa.

“Ela sempre falava: ‘Vai fazer porque seus amigos vão depender de uma mulher para fazer isso e não é maneiro. A mulher não foi feita para ser empregada, você só vai precisar de uma mulher para amar e ser amado. Eu tôcriando filho para ser independente’. Minha mãe sempre falou isso desde que eu tinha 5 anos de idade”, revelou o ator, que pode ser visto na novela Novo Mundo.

Sobre o assunto de fazer parte da classe artística, Babu disse que ficou triste ao ver ataques disparados contra os artistas, colocando-os como inimigos da sociedade.

“De fato tinha muita gente que se aproveitava sim da Lei Rouanet, por exemplo, e os verdadeiros artistas também entraram nesse pacote”, disse ele.

“Cara, artista não ganha dinheiro como esse povo pensa! E outra coisa, nós somos os crônicos do nosso tempo, não adianta, a gente pode ser criticado, pode ser enxovalhado, nós vamos continuar sendo cronistas do nosso tempo”, completou.

VEJA TAMBÉM: Sexo a três, homens e mulheres: a vida sexual de Janis Joplin

Em certo momento do bate-papo, Djonga e Filipe Ret fizeram uma breve participação por meio de vídeos, reforçando o apoio que tiveram por Babu no BBB20 e agradecendo às menções aos trabalhos deles.

“Eu fiz Racionais tocar no Big Brother, eu assisto Big Brother e eu nunca vi isso! Eu consegui botar o Djonga para tocar no Big Brother, o Filipe Ret, Poesia Acústica. São coisas que eu curto. Esses caras sempre foram inspirações para gente”, declarou Babu.

Com um grande apelo, o artista reafirmou a importância da presença de artistas negros como forma de representatividade, dizendo estar muito feliz com o sucesso de artistas como Emicida, Ludmilla e Iza.

“Essas pessoas se tornam referência de que o sonho é possível… Essas pessoas estão onde estão, rompendo as barreiras que rompem, eles vão deixando essas portas abertas para esses meninos sonharem”, finalizou.

Veja a entrevista completa de Babu Santana para o RAP TV: