Eu,Trovador (Foto: Divulgação)

Que me desculpem os desiludidos, mas estar apaixonado é fundamental! Os integrantes das bandas Eu, Trovador e Onze:20 se uniram para encarnar na pele aquele papel que todos já conhecem: o romântico sem cura. Com clipe gravado de maneira caseira durante o isolamento social, cada um encenou a paixão em sua máxima: a dúvida, a angústia da mensagem que não chega, a sofrência, o pensamento naquela pessoa especial. “A nossa espinha dorsal é a música romântica, que fala de amor, choro, dor de cotovelo, emoção. Os refrões são rasgados e poéticos, assim como as paixões são nas nossas vidas. Estar apaixonado é um clichê, mas é um clichê maravilhoso”, comenta Guga Fernandes, vocalista do Eu, Trovador.

Disponível em todas as plataformas digitais, o single Enquanto Cê Não Vem é uma composição de Guga em parceria com Clara Valverde e chega como resultado de uma conexão que há muito tempo acontece entre os grupos Eu, Trovador e Onze:20. O vocalista também é parceiro de composições da banda mineira, como Querendo te Encontrar, Sem Medo de Amar, Sei Que É Você, Baseado no Amor, Não Dá, entre outras. “A minha história com o Onze:20 é muito bonita, foram eles que despertaram esse meu lado compositor há muito tempo. É uma combinação verdadeira de amor, som e amizade”, conta.

Além de dois novos singles previstos para os próximos meses, a banda Eu, Trovador irá lançar um novo álbum autoral com 10 faixas inéditas em novembro. O trabalho traz a liberdade de experimentar e misturar elementos da MPB, pop, rock e reggae em um resultado ainda mais dançante com diferentes vertentes.

SOBRE EU, TROVADOR

Na Idade Média, o trovador era considerado aquele que compõe e, por vezes, canta composições poéticas. Carregando sonhos e arte, Eu, Trovador nasceu da vontade dos três amigos de fazerem um som com uma pegada diferente do que é visto hoje em dia no pop nacional. Com composições e arranjos originais, a banda traz consigo a singularidade nostálgica dos hits pop dos anos 2000, somada às tecnologias e influências atuais.

LEIA TAMBÉM: Wanessa Camargo diz que ela e sua família testaram positivo para Covid-19

Formado pelos músicos Guga Fernandes, Juliano Valle e Diego Jean Vicente, o projeto foi idealizado por Guga, que já teve suas composições gravadas por grandes nomes da música brasileira nos últimos 10 anos como Ivete Sangalo, Onze:20, Paulo Ricardo, entre outros. A grande largada da banda foi em 2019, com o primeiro álbum autoral, Eu, Trovador, que trouxe 8 canções com a voz marcante de Guga e arranjos fortes produzidos por Juliano Valle, produtor e tecladista que já assinou grandes produções de artistas nacionais como Daniela Mercury, Carlinhos Brown, Timbalada, Ana Gabriela, Margareth Menezes, entre outros. Além disso, as músicas ganharam um groove especial da bateria de Diego, que já gravou mais de 250 álbuns, 40 DVDs e já rodou o Brasil acompanhando grandes artistas como Luan Santana, Jorge & Mateus, Marília Mendonça e Bruno & Marrone.

“Nós três estamos em uníssono. O Eu, trovador virou a nossa vida, nosso som, aquilo que a gente ama fazer. Tudo o que produzimos é muito verdadeiro, feito com muito amor e muito propósito”, diz Juliano. O trio já realizou shows pelo sul e sudeste do Brasil, incluindo abertura para dois grandes artistas da atualidade: Luan Santana e Anitta. Seu single mais popular, Camisa, já ultrapassa a marca de 1 milhão de streams nas plataformas digitais. Considerada a grande aposta do pop contemporâneo brasileiro, a banda planeja o lançamento de um novo álbum para o segundo semestre de 2020.

Confira o clipe:

Ouça o álbum: