Morre baterista do Roxette, um ano após a morte de Marie Fredriksson

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Pelle Alsing, conhecido por ser o baterista do Roxette, faleceu. A notícia foi confirmada pela banda sueca em sua conta oficial no Twitter. A causa do óbito, no entanto, não foi divulgada.

Pelle Alsing, conhecido por ser o baterista do Roxette. (Foto: Getty Images)

Per Håkan Gessle – cantor e compositor que formou o duo Roxette em outubro de 1986 ao lado de Marie Fredriksson – foi quem deu a notícia da morte. Ele postou uma foto de Pelle sorrindo e fazendo um sinal de paz.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Per chamou Pelle de “o melhor amigo que você pode imaginar” e disse que “sentiria realmente falta de muito mais do que palavras podem dizer”.

Ele twittou: “É com tristeza que informo que nosso amado Pelle Alsing faleceu. P não foi apenas um baterista incrível e inventivo nos ajudando a criar o som Rox desde o primeiro dia, ele também foi o melhor amigo que você pode imaginar, um homem gentil e generoso”.

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

Ele continuou em outro tweet: “Ele sempre foi o mais engraçado, aquele com o maior sorriso no rosto, aquele que mais lhe apoiava quando você estava em dúvida. Todo o meu amor vai para sua esposa, família e amigos.”

Pelle apareceu em vários álbuns do Roxette e shows ao vivo da década de 1980 até 2010. Ele também tocou com os músicos Niklas Strömstedt, Lisa Nilsson e Ulf Lundell e integrou a banda Ratata.

A morte de Pelle veio um ano depois que um membro do Roxette, Marie Fredriksson, morreu aos 61 anos após uma longa doença.

Marie Fredriksson que integrava o Roxette faleceu aos 61 anos (Foto: Getty Images)

O Roxette era conhecido por seus sucessos como “It Must Have Been Love”, “Joyride”, “Listen To Your Heart e “The Look”.

A dupla foi enorme em sua época, vendendo mais de 75 milhões de discos ao redor do mundo e marcando 19 sucessos no Top 40, o que os levou ao auge da fama.

Eles foram forçados a interromper a turnê em 2016, quando os médicos disseram a Marie que ela estava doente demais para continuar trabalhando.

Ela já havia lutado contra um tumor no cérebro em 2002, tendo sido diagnosticada com a doença após desmaiar em casa.

Os médicos avisaram que ela tinha apenas 20% de chance de sobrevivência, mas conseguiu se recuperar após um longo e cansativo tratamento. Ela morreu em dezembro de 2019.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio