BBB: Documentário de Karol Conká é o título mais visto da Globoplay

“A Vida Depois do Tombo” já está disponível no Globoplay

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Karol Conká foi eliminada com rejeição do BBB, com 99,17 % dos votos! A cantora teve sua passagem de pura polêmica no reality. Com isso, a Globo decidiu fazer um documentário com a rapper, no intuito de “limpar” sua imagem, de certa forma. “A Vida Depois do Tombo” foi lançado na madrugada desta quinta-feira (29) na Globoplay.

E o sucesso veio junto com a estreia, isso porque, em apenas 24 horas, o documentário da vida pós reality, da cantora, foi o título mais visto na plataforma de streaming, da Globo, de acordo com dados publicados pelo site Notícias da TV.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Foram 716 mil horas assistidas na quinta-feira (29), no mesmo dia em que foi disponibilizado a partir da meia-noite. Essa é a maior audiência diária registrada pela plataforma.

(Foto: Reprodução Globoplay)

Mas o que vem a seguir?

Em entrevista feita pela Globo e enviada à imprensa, a rapper revela que está focada em seu álbum novo – para quem não sabe, o projeto já aparece no documentário. “Sim, terminei de compor meu próximo álbum, que já havia começado antes de entrar no programa. Recebi o produtor musical RDD no meu estúdio durante 2 semanas e focamos no que minha intuição pedia no momento. O processo foi leve e divertido e contou com a presença do Dj Hadji, que há anos me acompanha nos meus shows”, contou. A artista pretende lançar um single antes do álbum, que pode ser chegar ainda esse ano, segundo ela.

VEJA MAIS: Amado Batista põe à venda suas fazendas por R$ 350 milhões!

Para além de sua carreira, Karol Conká também pretende focar em sua saúde mental. “Me cuidar, transformar experiências em aprendizados, e aprendizados em arte”, declarou. “Hoje dou mais valor à questão da minha saúde mental e tenho trabalhado na cura dos meus traumas. Hoje estou dissolvendo camadas mais ásperas da minha personalidade e entendendo que existem maneiras mais leves de lidar com uma situação que me faça sentir insegura ou ameaçada”, disse.

“O documentário é uma grande oportunidade, em tempos de cancelamento, de relembrar às pessoas que somos muito mais complexos e multifacetados do que um personagem de reality show”, avaliou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio