Billie Eilish e Katy Perry assinam carta pedindo doações de vacinas para a COVID-19

A carta foi assinada por diversos artistas e tem o intuito de pedir para que os países com muitas vacinas, doem para os que tem menos

Publicado em 8/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Billie Eilish, Selena Gomez, Katy Perry e várias outras celebridades assinaram uma carta da UNICEF, com o intuito de doar mais vacinas contra o coronavírus para a iniciativa internacional COVAX. A carta aberta – também assinado por David Beckham, Orlando Bloom, Sofia Carson, Ewan McGregor, Liam Neeson, Whoopi Goldberg, Gemma Chan, Priyanka Chopra Jonas, Olivia Colman, P! nk, Lucy Liu e vários outros – observa que há mais de um ano na pandemia de COVID-19, novas variantes da doença têm o potencial de “nos colocar de volta onde começamos” em março de 2020, se não tomarmos medidas decisivas.

“Isso significa mais fechamentos de escolas, mais interrupções no sistema de saúde e maiores repercussões econômicas – ameaçando o futuro de famílias e crianças em todos os lugares”, dizia a carta. “A pandemia não terminará em nenhum lugar até que termine em todos os lugares, e isso significa levar vacinas para todos os países, o mais rápido e equitativamente possível.”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Assim como Billie Eilish, veja 10 cantoras que chocaram ao mostrar seus “corpos reais”

Os signatários – que incluem uma mistura de embaixadores e apoiadores do UNICEF – disseram que a cúpula do G7 neste fim de semana no Reino Unido é uma oportunidade “vital” para chegar a um acordo para enviar vacinas onde são mais necessárias. “O UNICEF já está distribuindo vacinas em nome da COVAX, a iniciativa internacional de igualdade de vacinas. Mas agora, a COVAX está 190 milhões de doses aquém do que deveria estar, o que deixa as pessoas vulneráveis ​​perigosamente desprotegidas”, continua a carta; A COVAX é uma coalizão internacional que trabalha para acelerar o desenvolvimento e a fabricação de vacinas COVID-19 com o objetivo de garantir o acesso justo e equitativo a todos os países do mundo.

“Alguns países se comprometeram a doar vacinas ainda este ano, mas as doses são necessárias agora. A análise do UNICEF mostra que os países do G7 logo terão doses suficientes para doar 20 por cento de suas vacinas entre junho e agosto – mais de 150 milhões de doses – sem demora significativa aos planos atuais de vacinar suas populações adultas. ” A nota termina com um pedido para fazer essas doações até agosto e lançar um roteiro para aumentar as doações conforme aumentam os suprimentos.

“As esperanças do mundo estão sobre seus ombros”, conclui. “Juntos, vocês devem enfrentar esse desafio. Vamos construir um futuro mais saudável, mais brilhante e mais justo para cada criança e para todos.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio