Bob Dylan (Reprodução: Internet)

De acordo com o veículo The New York Times, o lendário Bob Dylan acaba de vender os direitos sobre todo o seu catálogo de músicas. O astro fechou um acordo com a Universal Music por 300 milhões de dólares, mais de R$ 1 bilhão, em troca de suas mais de 600 músicas.

A imprensa americana especula sobre os possíveis motivos que levaram a essa decisão, como a pausa no mercado de shows ocasionada pela pandemia do novo coronavírus.

Outra possibilidade levantada associa outros grandes nomes da música ao que parece ser a nova tendência do mercado. Stevie Nicks, Blondie, e The Killers foram alguns dos artistas que também venderam todo o seu catálogo recentemente.

capa do disco Rough and Rowdy Ways de bob dylan credito Columbia records
Rough and Rowdy Ways, de Bob Dylan (Foto: Reprodução)

VEJA MAIS: Presa, filha de Belo pode ter sido garota de programa; entenda

Durante décadas, Bob Dylan reformulou o ritmo folk e suas composições serviram de inspiração para diversos outros músicos. Agora, todos os seus sucessos, incluindo “Blowin’ in the Wind” e “The Times They Are A-Changing”, pertencem à Universal Music.

Ao anunciar a compra, Lucian Grainge, chefe executivo da empresa, declarou: “Não é nenhum segredo que a arte de compor é a chave fundamental para toda boa música, nem é um segredo que Bob é um dos maiores praticantes dessa arte.”