rami malek
O ator norte-americano Rami Malek (FOTO: Divulgação)

“Bohemian Rhapsody”, filme que conta a história de Freddie Mercury e do Queen, venceu algumas principais categorias no Globo de Ouro neste domingo (dia 7).

A 76ª edição do evento premiou a cinebiografia musical com uma estatueta de Melhor Filme de Drama, uma categoria onde também concorriam os filmes “Pantera Negra”, “Infiltrado na Klan”, “Nasce Uma Estrela” e “Se a Rua Beale Falasse”.

O ator norte-americano Rami Malek, que interpretou Freddy Mercury em “Bohemian Rhapsody” levou para casa o prêmio de Melhor Ator em Filme de Drama, superando Bradley Cooper, Willem Dafoe, entre outros.

VEJA TAMBÉM: Sebastián Yatra divulga data de lançamento de “Un Año”, sua parceria com Reik

Vale ressaltar que os músicos britânicos Brian May e Roger Taylor, do Queen, marcaram presença na premiação ao lado de Malek e outros atores do elenco para receber os prêmios. Os dois integrantes da banda também são os produtores executivos do longa-metragem. Numa coletiva de imprensa após o evento, Malek agradeceu Freddie Mercury pela “aventura de sua vida” e ainda explicou que o único objetivo de “Bohemian Rhapsody” era o de honrar o falecido cantor.

“É claro que Freddie era melhor” afirma Adam Lambert sobre ser o atual vocalista do Queen

No início do mês, após anunciar uma nova turnê com o Queen para julho e agosto de 2019, Adam Lambert comentou um dos assuntos favoritos entre os fãs mais fervorosos da banda: as comparações entre ele e Freddie Mercury.

Durante um momento onde respondia perguntas dos fãs no Twitter, Adam resolveu responder a um comentário de uma fã que dizia que ele “não faria justiça a Freddie”.

Querida, que justiça você quer? Risos. O ponto não é comparar nós dois. Eu estou escolhendo cantar uma música muito bem escrita da melhor maneira que eu posso. É claro que Freddie era melhor! Ele as originou – ele as criou! Ele era um deus do rock! Não é uma competição” respondeu o cantor norte-americano.

VEJA TAMBÉM: Polêmica turnê de Roger Waters foi uma das mais lucrativas do mundo em 2018

Ao longos dos últimos anos, Adam Lambert tem procurado não se comparar com Freddie Mercury sempre sugerindo em entrevistas que procura apenas reverenciar e homenagear o falecido vocalista da banda Queen.

Muitos comentários enviados a Adam também traziam queixas pelo fato do cantor não disponibilizar material da carreira solo já há algum tempo, enquanto continua fazendo cada vez mais turnês com o Queen. 

Uma fã comentou inclusive que Adam Lambert não poderia fazer shows com o Queen e ao mesmo tempo tentar focar no trabalho solo, ao que ele respondeu: “Querida, você está errada. Eu faço meus trabalhos solo quando eu quero. Quando eu sinto que tenho algo finalizado que tenho orgulho em compartilhar. Criatividade não é algo que está sempre prontamente disponível. Você não pode forçar isso. Então eu tomei o meu tempo, e agora estou finalizando algo do qual estou orgulhoso. As turnês com o Queen não deixaram o processo mais lento – eu tenho trabalhado em coisas enquanto estou em turnê. Espero que isso te dê uma noção de um processo que é MUITO mais complexo e com muito mais camadas do que parece aos fãs. Obrigado por ser paciente”.