Britney Spears
A cantora norte-americana Britney Spears (FOTO: Reprodução)

O surto mundial do novo Coronavírus vem preocupando cidadãos do mundo inteiro nos últimos dias. Com mais de 15 mil mortes por causa da doença redor do mundo, a covid-19 continua sendo o principal assunto em todas as mídias jornalísticas. Com a situação ficando mais grave a cada dia que passa, inúmeros cantores já demonstraram apoio à população afetada.

Britney Spears resolveu se posicionar nesse momento delicado e, ontem (dia 24), compartilhou uma citação da escritora Mimi Zhu no seu perfil oficial do Instagram. A postagem engajada, porém, causou uma onda de comentários negativos, onde muitos internautas acusaram a cantora de ser comunista, especialmente pelos pedidos de distribuição de riquezas, tema considerado uma das características principais do regime comunista.

View this post on Instagram

Communion goes beyond walls ???

A post shared by Britney Spears (@britneyspears) on

Durante este período de isolamento, precisamos de conexão mais do que nunca. Ligue para as pessoas amadas, escreva cartas de amor virtuais.Tecnologias como comunicação virtual, streaming e broadcasting são parte da nossa colaboração comunitária. Nós vamos aprender a amar e abraçar uns aos outros pelas ondas da internet. Nós vamos alimentar uns aos outros, redistribuir riquezas, fazer greves. Nós vamos entender a própria importância de continuar no lugar em que estamos. A comunhão se move para além de muros. Nós ainda podemos ficar juntos.”

VEJA TAMBÉM: Após fotos de maiô, Britney Spears se revolta com comentários de ódio

Nos comentários da postagem, muitas pessoas chamaram Britney de “Camarada Spears” e até o canal FOX News, emissora norte-americana com posicionamento de direita, abordou o assunto. Na programação da emissora, jornalistas chegaram até a especular se os emojis de florzinha vermelha usados na postagem da cantora trariam na verdade uma referência ao símbolo dos partidos socialistas.