britney spears
A cantora norte-americana Britney Spears (FOTO: Reprodução)

Britney Spears voltou a se revoltar com o próprio pai, que é seu tutor legal desde seus problemas psiquiátricos sofridos em 2008. A cantora indicou que não voltará a trabalhar até que consiga se livrar completamente da tutela do patriarca. A informação foi divulgada com exclusividade pela revista US Weekly, que aponta que a cantora vem se negando a voltar aos palcos e estúdios pois, não concorda com as regras impostas por Jamie Spears.

A artista como se sabe passou 2019 tentando se livrar da tutela envolvendo o patriarca, mas não obteve sucesso. Seu pai inclusive chegou a entrar com um pedido judicial requirindo o aumento da tutela, para outras regiões nos Estados Unidos. Jamie Spears mantém poder total sobre a fortuna e espólio da cantora e teria importante papel nas decisões envolvendo a vida pessoal e profissional de Britney.

“Britney demonstrou que não quer voltar a trabalhar porque ela não quer continuar sob tutela. Britney se ressente que seu pai receba um subsídio mensal de cerca de US$ 10 mil por supervisionar suas finanças”, afirmou um informante da US Weekly.

VEJA TAMBÉM: Britney Spears quebra o pé enquanto dançava; veja vídeo!

Outra fonte da revista assegura que Britney não possui pressa para divulgar novas músicas. “Esse pensamento mal passa por sua mente. Esta é a pausa mais longa entre ciclos de álbuns em sua carreira. Está chegando a quatro anos desde que ‘Glory’ foi lançado’ e ela está perfeitamente contente com isso”, garantiu o informante.

Vale lembrar que o filho mais novo de Britney, o pequeno Jayden fez uma polêmica transmissão ao vivo no Instagram no começo de março, afirmando que a mãe realmente pensa em aposentadoria. O garoto ainda xingou o próprio avô de canalha e disse que o patriarca “podia morrer”. Jayden também chegou a dizer que a mãe realmente pensa em se afastar do mundo da música, mas que ele pessoalmente não acha uma boa ideia.