bolsonaro
(FOTO: Reprodução)


Neste sábado (dia 4) foi realizada uma live conjunta sertaneja intitulada BBQ Mix com diversos sertanejos. Promovida pelo escritório Audiomix, o evento virtual reuniu Leonardo, Edson e Hudson, Bruno e Marrone e os Parazim.

A dupla Bruno e Marrone protagonizou momentos controversos na live incluindo uma atitude em defesa ao uso de cloroquina no tratamento contra a Covid-19.

VEJA TAMBÉM: Após ser chamada de cobra por Ludmilla, fãs de Anitta contra-atacam e pedem “ajuda” de Cardi B

Marrone afirmou que teve Covid-19 e que chegou a se tratar com cloroquina, azitromicina e corticoide. Bruno, por sua vez, brincou afirmando que só bebeu cachaça, pois teve o coronavírus e achou que era “ressaca” minimizando os efeitos da pandemia que já tirou a vida de mais de 64 mil pessoas no Brasil. Os músicos ainda disseram que o presidente Bolsonaro está correto em sua defesa do medicamento.

Vale ressaltar que a Organização Mundial de Saúde (OMS) já retirou a hidroxicloroquina de seus estudos científicos por resultados negativos do tratamento do coronavírus. Vale lembrar que a medicação ainda pode contribuir para efeitos colaterais prejudiciais a saúde já tendo feito vítimas fatais por arritmia cardíaca.

Através dum comunicado, a OMS apontou que o uso da hidroxicloroquina não reduz a mortalidade de pacientes com Covid-19 em comparação ao padrão de atendimento com outros medicamentos. O Brasil segue como o único país que continua apoiando o uso da medicação na pandemia.

Vale lembrar que Bruno e Marrone receberam o título de Embaixadores do Turismo Brasileiro, em agosto de 2019, depois duma reunião com Bolsonaro e Gilson Machado, presidente da Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo). Na primeira live da dupla, feita em 8 de abril, Bruno terminou a transmissão usando o bordão da campanha presidencial, só que com as palavras alteradas: “Deus acima de tudo, Brasil acima de todos”.