bruno e marrone
A dupla sertaneja Bruno & Marrone (FOTO: Reprodução)

A dupla sertaneja Bruno e Marrone tocou em uma festa organizada por traficantes que foram presos pela Polícia Federal após movimentar R$ 278 milhões em um período de dois anos.

O grupo era composto pelos irmãos Jefferson Garcia Morinigo e Kleber Garcia Morinigo, além do pai, Emídio Morinigo.

VEJA TAMBÉM: Bruno, da dupla com Marrone, elogia Bolsonaro em live: “Um cara honesto!”

Os criminosos contratavam a dupla para comemorar o sucesso das vendas no tráfico. Segundo informações do Movimento Country, eles tocaram em festa privada dos traficantes em 2017 em uma mansão na Chapada dos Guimarães.

A PF divulgou um vídeo onde é possível ver o show que os sertanejos fizeram no aniversário de um dos líderes da organização criminosa.

A assessoria da dupla disse em nota que não iria se pronunciar.