BTS e BLACKPINK ganham homenagem importante; saiba mais!

Eles serão homenageados no Mês do Patrimônio Asiático-Americano

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os grupos sul-coreanos BTS e BLACKPINK serão homenageados na lista no Mês do Patrimônio Asiático-Americano da Gold House.

A Gold House é um coletivo sem fins lucrativos de fundadores, vozes criativas e líderes da Ásia e das Ilhas do Pacífico. E em comemoração ao Mês do Patrimônio Asiático-Americano e das Ilhas do Pacífico, a Gold House lançou a Lista 2021 A100, que é a homenagem API dos 100 líderes mais impactantes do ano passado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O comitê selecionou várias pessoas incríveis que causaram impacto e mudanças no ano passado em vários campos e profissões.

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

A lista A100 destaca os homenageados A1, as APIs de maior impacto por categorias, como escritora e diretora Chloe Zhao na categoria Entretenimento, autora, apresentadora e produtora executiva Padma Lakshmi na categoria Estilo de vida, a repórter CeFaan Kim da ABC7NY, NBC Asian America, a Repórter Kimmy Yam na categoria de Mídia e Jornalismo e muito mais.

Nesta lista, o grupo sul-coreano de K-Pop, BLACKPINK é nomeado ao Gold House 2021 A100.

(FOTO: Reprodução Allkpop)

E o grupo BTS está sendo introduzido no Hall da Fama como o grupo masculino foi reconhecido pela segunda vez na lista.

(FOTO: Reprodução Allkpop)

Os homenageados A100 são votados por meio de um processo rigoroso com um painel de ícones multiculturais. O painel consistiu na atriz e cantora Lea Salonga, no presidente executivo da Mastercard, Ajay Banga, nos co-CEOs da Panda Express Andrew e Peggy Cherng, no multi-hifenato Michael B. Jordan, no presidente executivo da Disney, Bob Iger e na CEO da GLAAD, Sarah Kate Ellis, entre outros.

Os jurados incluem indivíduos como Bob Iger, Daniel Dae Kim, George Takei, Lea Salonga, Lisa Ling, Michael B. Jordan, Michelle Yeoh e outros.

O processo envolveu 21 dos principais grupos sem fins lucrativos da API e centenas de membros da Gold House.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio