Os rapazes do grupo BTS (FOTO: Reprodução)

Todos sabem que o BTS é um dos maiores fenômenos da música atual, inclusive chegando a colaborar com milhões de dólares para o PIB da Coreia do Sul.

Com todos seus álbuns alcançando a primeira psoição nas paradas da Billboard, seu último lançamento ‘Map of the Soul: 7’ vendeu quase meio milhão de cópias apenas na primeira semana.

Um produto tão grande assim, com certeza também gera grandes lucros. Após sua gravadora Big Hit Entertainment Co. estrear na bolsa de valores, os meninos ficaram mais ricos.

VEJA TAMBÉM: 10 músicas que você não sabia que eram “cópias” de outras

A Oferta Pública Inicial avaliava a gravadora em mais de 4 bilhões de dólares e ela entrou na bolsa oferecendo 115 dólares por ação.

Maior fonte de lucro da Big Hit, os integrantes do BTS receberam 68,385 ações e o preço só sobe. A empresa, atualmente, está avaliada em R$ 53,7 bilhões.

Apenas o single Dynamite vendeu 90% do faturamente da empresa no primeiro semestre do ano. E ele foi apenas a primeira amostra de um álbum em inglês que promete bombar.