BTS: Hit do V supera 198 milhões de streams no SoundCloud

Publicado em 2/9/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A canção solo do membro V, do BTS, “Scenery” ultrapassou 198 milhões de streams no SoundCloud. Durante uma cerimônia de premiação em janeiro de 2019, o cantor despertou a curiosidade pela primeira vez quando afirmou: “As fotos dentro da minha câmera são todas memórias criadas por meus fãs. Eu preparei um presente para 2019.”

Seu presente acabou sendo uma canção composta por ele mesmo. “Scenery” contém efeitos sonoros auditivos do vento, paisagem, sapatos pisando na neve e um som de obturador de câmera de filme, dando aos ouvintes uma sensação cinematográfica. V completou a música com seus vocais comoventes e profundos, criando uma bela e rica melodia. V também canta com uma bela voz aguda, combinada com sons instrumentais de cordas e piano.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Assim que “Scenery” de V foi lançado em 2019, a canção recebeu atenção global dos principais meios de comunicação, incluindo a Billboard dos EUA, NME no Reino Unido, Metro, Teen Vogue, BRAVO na Alemanha, CNN nos EUA, Franceinfo e mais. A CNN noticiou o lançamento de ‘Scenery “várias vezes, dizendo “Os fãs agora estão obcecados com a música “Scenery”.

(Foto: Reprodução)

V do BTS adia novamente a data de lançamento de sua mixtape

Depois de anunciar o lançamento de sua mixtape para o final deste ano em entrevista à Rolling Stone, V do BTS voltou atrás, afirmando não estar satisfeito com algumas canções que escolheu. A famosa entre as fãs e intitulada “KTH1“, teve sua a data de lançamento adiada mais uma vez.

(FOTO: Reprodução)

Ano passado, V expressou sua vontade de lançá-la o mais rápido possível, deixando claro que até o começo de 2021, ela chegaria aos nossos ouvidos… Entretanto, a agenda agitada do BTS acabou impossibilidando-o de realizar sua vontade e o próprio artista decidiu empurrá-la para o final do ano. Mesmo assim, durante uma recente transmissão ao vivo, Taehyung revelou que os planos para sua mixtape mudaram novamente. Ela tem 15 faixas já preparadas, mas ele disse que não está mais contente com a tracklist e removeu 12 delas, sobrando apenas três.

CONFIRA TAMBÉM: BTS: Jin conta que grupo terá nova colaboração com artista internacional

“Comecei a não ouvi-las mais e fiquei preocupado que seria a mesma coisa para os ARMYs. Então estou lentamente refazendo [as músicas] passo a passo. Estou trabalhando muito”, desabafou ele. V já tinha comentando para a Rolling Stone sobre as dificuldades de conciliar os trabalhos do BTS com objetivos pessoais. E também, ele confessou que existe uma certa pressão em fazer projetos solos, ainda mais quando se está acostumado a trabalhar em grupo na maior parte do tempo.

(FOTO: Reprodução)

“Temos trabalhado e feito música como um grupo, e apenas como um grupo. Portanto, trabalhar em minha própria mixtape significa que tenho que fazer tudo relacionado a todas as músicas do álbum. Tenho que participar da composição da letra e das melodias de todas as canções e do processo de produção. Portanto, é um pouco de pressão suportar toda a carga que é distribuída entre os outros membros para um álbum de grupo. É difícil”, completou.

Por que astro do TXT se recusa a fazer cover do hit de Suga, do BTS?

Na série “TO DO” do TXT, o grupo provou o quanto eles eram do BTS ao demonstrarem amor por ‘Daechwita’, música da carreira solo de Suga. Já que Yeonjun admitiu que viu o videoclipe inúmeras vezes e até mesmo imitou uma cena icônica, alguns se perguntaram se o astro faria um cover.

Quando Yeonjun leu o pedido para fazer um cover da música durante uma transmissão ao vivo, ele gentilmente recusou a ideia.

O membro do TXT apontou que ninguém, exceto Suga, poderia fazer justiça à faixa única. Ele disse: “’Daechwita’ é uma música rap de Suga. É a música que só Suga consegue expressar bem.” Com um sorriso caloroso, Yeonjun acrescentou: “Não vou fazer um cover dessa música.”

(Foto: Reprodução)

Astro do BTS revela por que não gostava de ir para premiações dos EUA

Não muito tempo atrás, era extremamente raro ver um artista K-pop em uma premiação nos Estados Unidos. No entanto, as coisas mudaram com a chegada do BTS. A fama internacional do grupo explodiu nos últimos anos, e agora o septeto é visto frequentemente em premiações norte-americanas.

No entanto, Suga revelou recentemente que não gostava de ir a esses shows no início, e demorou um pouco para se sentir confortável.

O histórico do BTS em premiações dos EUA

O BTS esteve em muitos programas de premiação desde sua estreia em 2013. No entanto, a primeira vez em um nos Estados Unidos foi em 2017, quando ganharam o prêmio de Top Social Artist no Billboard Music Awards. Mais tarde naquele ano, o BTS também apresentou seu hit “DNA” no American Music Awards.

Em 2018, o BTS voltou ao Billboard Music Awards para uma performance da música “Fake Love” e para receber outro prêmio de Top Social Artist.

No ano seguinte, BTS compareceu ao Grammy Awards e apresentou o prêmio de Melhor Álbum de R&B. Em seguida, o grupo fez mais uma participação no Billboard Music Awards, onde levou para casa o prêmio Top Social Artist pelo terceiro ano consecutivo, bem como o prêmio de Top Duo/Group. O BTS também cantou a música “Boy With Luv” com Halsey.

Em 2020, o BTS se apresentou no Grammy Awards ao lado de Lil Nas X, Billy Ray Cyrus, Diplo e Nas. Mais tarde naquele ano, o grupo apresentou seu single de sucesso “Dynamite” no MTV Music Awards, Billboard Music Awards e American Music Awards, embora não tenha aparecido nesses shows presencialmente por conta da pandemia de Covid-19.

BTS voltou aos Estados Unidos em 2021 para o Grammy Awards, onde tocou “Dynamite” e recebeu uma indicação pela primeira vez. Para o Billboard Music Awards, o BTS cantou a música “Butter” da Coreia do Sul e aceitou o Top Social Artist pelo quinto ano consecutivo.

VEJA MAIS: Assista ao show virtual de Ariana Grande no jogo Fortnite

(Foto: Reprodução)

Por que Suga não gostava das premiações norte-americanas?

BTS parece ter muita experiência em ir a premiações americanas agora, e Suga admitiu que costumava ficar “com medo” de ir a uma.

“O que mudou na minha visão desde a primeira vez que fui a uma cerimônia de premiação da música americana foi que, na primeira vez que fui, fiquei com muito medo do maior mercado musical do mundo”, disse Suga em uma nova entrevista para Weverse . “Mas, quando olho para trás agora, acho que não tinha qualquer motivo para me sentir tão intimidado”.

Ele acrescentou: “Para ser honesto, só agora comecei a gostar das cerimônias de premiação. Eu era incapaz de fazer isso.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio