Cantor empresariado por Gusttavo Lima era camelô e ganhava R$500 por show

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Jonas Esticado, cantor empresariado por Gusttavo Lima, que ganhou prestígio nacional após o single “Investe em Mim” ser cantado por Andressa Suita durante uma live, fez revelações sobre sua vida antes da fama.

O artista, que trabalhava como camelô em feiras para ajudar o pai, revelou sobre: “Quando a banda passou a me dar retorno, tive que escolher entre música e estudo. Eram cerca de 20 shows por mês, com cachês de R$ 500 ou R$ 1 mil. Era algo bom para a minha idade“.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para a Quem, ele ainda disse: “Falei para a família que pausaria os estudos, mas continuei trabalhando com meu pai durante o dia. Eles não aprovaram no começo, mas quando viram que era o que eu gostava e tinha futuro, ficaram bem. Eu já era maior, e deixaram“.

VEJA MAIS: Corpo sarado de Wesley Safadão leva web à loucura: “Nem guindaste”

Fazia shows, jingles e CDs promocionais. Até então era tudo comigo. Era cantor, roadie, produtor… se eu tivesse um show fechado à noite, chegava à tarde para montar equipamentos, voltava para casa para me arrumar e retornar ao local do evento para me apresentar“, contou.

O cantor Jonas Esticado (FOTO: Reprodução)

Ele ainda falou o que fez com o primeiro salário: “Com meu primeiro cachê bom, comprei um PlayStation 4, mas nunca fui de comprar coisas fúteis. Logo depois, coloquei lentes de contato nos dentes. Também já conquistei minha casa própria. Hoje, gosto de roupas e perfumes de grife“.

Jonas Esticado já era um grande fenômeno no Nordeste, porém, após romper a barreira regional e conquistar o topo do Spotify, ele entrou para o escritório Balada Music, gerenciado por Gusttavo Lima.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio