Cantor que morreu após levar tiro de amigo tinha um grande sonho

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na tarde da última terça-feira (13), aconteceu uma tragédia em Goiânia. O cantor sertanejo e sanfoneiro Diego Souza Sá, de 29 anos, morreu ao levar um tiro dentro de um lava a jato na Avenida 11ª, no Setor Vila Nova.

O tiro, investigado como acidental, acertou a vítima no olho. O autor do disparo é o dono do estabelecimento, um homem de 37 anos, que segue foragido.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Splash conversou com Adilson, homem qual Diego fazia dupla. “Ele era um cara excepcional, muito humilde, todo mundo gostava dele.”

VEJA TAMBÉM: Além de Caetano Veloso, Chico Buarque também revela apoio a Boulos

Diego Souza Sá não tinha o desejo de cantar ao lado de algum artista famoso, Adilson diz que o sonho dele era apenas crescer na música. Diego deixa sua mulher, Neide Sá, e uma filha de dois anos. O casal completou seis anos de união neste ano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio