Cantor revela ter sido afastado de Britney Spears no início da tutela

Publicado em 23/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A tutela de Britney Spears é abusiva desde o início, e a cada dia que passa mais amigos da Princesa do Pop falam sobre o assunto. O cantor Lance Bass, ex-integrante do N’Sync, declarou apoio a #FreeBritney e revelou detalhes sobre fim de sua amizade com a estrela em uma entrevista para o podcast “Heather Dubrow’s World”.

“Eu não falo com ela há anos. Temos ficado longe um do outro por um bom tempo. Mas eu não sei exatamente do que ela precisa. Mas eu sei que ela, para mim e o que eu vejo, é sensato o suficiente para escolher seu próprio pessoal”, destacou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele lembrou o auge dos anos 2000, onde eram amigos: “Sempre que falo sobre Britney, os fãs enlouquecem. Qualquer pessoa próxima de Britney é inimiga deles os fãs), porque não acham que ninguém ao redor da órbita dela fez o suficiente para ajudá-la”, começou o cantor.

Lance ainda falou que sempre desconfiou de Jamie como tutor da cantora: “Ela precisa ficar longe do pai. Ela precisa escolher o próprio pessoal nesta tutela – se ela precisar de um – especialmente escolhendo um advogado. Eu acho que, para mim, existe um quadro mais amplo ali“, reflete o artista.

(Foto: Reprodução)

Cobertura luxuosa da irmã de Britney Spears foi comprada com dinheiro da cantora

Jamie Lynn Spears tem sido um tema recorrente nas discussões sobre a tutela de sua irmã, Britney. Muitos fãs da estrela pop acreditam que a irmã mais nova da cantora se beneficiou do acordo legal. Agora, foram revelados documentos que, aparentemente, podem comprovar a teoria dos admiradores da estrela.

Nesta terça-feira (20 de julho), o The Sun relatou que a cobertura de Jamie Lynn em um luxuoso condomínio na Flórida foi comprado por meio de um fundo que Britney possui desde 2000.

O imóvel vale 1 milhão de dólares e está no nome de uma empresa de propriedade de Britney – que é comandada em parte por seu pai, Jamie Spears, que é tutor da cantora. A casa é listada nos documentos da empresa desde 2009, quando a tutela já estava em vigor.

A revelação vem logo depois de Jamie Lynn alegar que ela não recebe nenhum dinheiro de sua irmã mais velha

Britney fez referência ao condomínio em sua audiência no tribunal. Na ocasião, ela afirmou que toda a sua família estava de férias na residência quando ela foi internada contra sua vontade em uma clínica psiquiátrica.

Britney Spears faz crítica a sua irmã em post polêmico

Neste sábado (17), Britney Spears mandou um recado bem direto em seu Instagram. A cantora disse que enquanto seu pai controlar sua vida, não subirá em um palco. Além disso, ela criticou sua irmã, e mandou um recado para as mulheres que a xingam por ter esperança.

Ela começou: “Para aqueles de vocês que optam por criticar meus vídeos de dança… olhe, não vou me apresentar em nenhum palco tão cedo com meu pai cuidando do que eu visto, digo, faço ou penso. Tenho feito isso nos últimos 13 anos… Prefiro compartilhar vídeos SIM da minha sala em vez de no palco em Las Vegas, onde algumas pessoas estavam tão perdidas que nem conseguiam apertar minha mão e acabei conseguindo um contato grande com maconha, o que eu não me importava, mas teria sido bom poder ir para a porra do spa.”

“E não, eu não vou colocar maquiagem pesada e subir no palco novamente e não ser capaz de fazer remixes das minhas músicas por anos e implorar para colocar minhas novas músicas no meu show para os MEUS fãs… então eu parei!!!!”, continuou a estrela.

Em seguida, Britney criticou quando sua irmã cantou suas músicas no Radio Disney Music Awards de 2017: “Não gosto que minha irmã tenha aparecido em uma premiação e tocado minhas músicas!!!!! Meu chamado sistema de suporte me machucou profundamente !!!! Esta tutela matou meus sonhos… então tudo que tenho é esperança e esperança é a única coisa neste mundo que é muito difícil de matar… mas as pessoas ainda tentam!!!!”

“Não gostei da maneira como os documentários trazem à tona momentos humilhantes do passado… Já estou além de tudo isso e já estou há muito tempo!!! E para as mulheres que dizem que é estranho o jeito que ainda tenho esperança nos contos de fadas… vá se foder”, disse.

“Como eu disse… esperança é tudo que tenho agora… você tem sorte de eu postar qualquer coisa… se você não gosta do que vê, pare de me seguir !!! As pessoas tentam matar a esperança porque a esperança é uma das coisas mais vulneráveis e frágeis que existe !!!! Eu vou ler a porra de um conto de fadas agora !!!! Psss, se você não quer ver minha bunda preciosa dançando na minha sala ou não está de acordo com seus padrões… vá ler a porra de um livro”, finalizou Britney Spears.

Amigo de Britney Spears diz que pai a controlava antes da tutela

O ex-melhor amigo e assistente de Britney Spears, Sean Phillip, diz que o pai da cantora, Jamie, ‘não tem compaixão’. Phillip falou com o The Sun sobre seu tempo perto de Spears. 

Phillip diz que Jamie ‘só queria ser pai de Britney quando ela fizesse 26 anos e fosse multimilionária’. “Quando ela começou a ter problemas, ele entrou – mas não tinha compaixão e simplesmente não parecia se importar com o bem-estar da filha.”

Phillip conheceu Spears em 2003, mas começou a trabalhar para ela como personal trainer em 2006. A posição, no entanto, mudou rapidamente, o que Phillip diz que lhe permitiu ver como a relação da cantora com seu pai em primeira mão.

‘As coisas começaram a ficar desconfortáveis ​​quando meu papel se transformou em um trabalho de 24 horas. Eu era o estilista, a babá, o treinadoro, o seguranço, o oficial de ligação dos paparazzi – implorando para que não tirassem fotos dela.’ Sean também afirmou que as finanças de Spears estavam sendo controladas antes do colapso de 2008, o que levou à tutela, dizendo: ‘Foi uma loucura. Tiraram os cartões de crédito dela, o telefone dela caiu, ela não recebeu nem o código de acesso da casa dela. Tudo o que ela tinha financeiramente – e isso foi muito antes de a merda bater no ventilador, isso foi antes do incidente de raspar a cabeça – tudo o que ela tinha era um pedaço de papel com um número de cartão de crédito para pagar as coisas.’ 

“Mas ela não estava com o cartão nas mãos. Era um Amex preto designado para o negócio de seu empresário. Assim, ficaríamos com contas de coisas que não podíamos realmente pagar.”

Sean Phillip se lembra da estrela com carinho: “Britney era tão doce, gentil, amorosa e divertida – e também muito mais inteligente do que as pessoas acreditavam. O colapso dela não foi porque ela estava louca. Era porque o que estava acontecendo com ela a estava deixando louca. Jamie era conhecido como um alcoólatra raivoso. Ele parecia bastante indiferente em relação à filha.”

“A gerência queria controlar e manipular tudo ao seu redor. Eles só queriam ordenhar sua vaca leiteira. E Sean disse que está ‘muito orgulhoso’ dos fãs de Britney por dar o pontapé inicial na hashtag Free Britney, que ajudou a trazer consciência para a situação da estrela. Estou feliz por ela estar seguindo na direção certa, porque já vi muitas outras pessoas morrerem.”

Ex-marido de Britney Spears culpa equipe da cantora por casamento que durou 2 dias

O primeiro marido de Britney Spears – e amigo de infância dela – Jason Alexander manifestou apoiou na luta da artista para derrubar sua tutela. O ex-companheiro da artista declarou que o seu casamento foi forçado a ser encerrado abruptamente pela equipe ‘enganosa’ da cantora. Jason e Britney, de 39 anos de idade, casaram-se durante apenas 55 horas ainda no ano de 2004 – com uma cerimónia às 4 da manhã em Las Vegas, rapidamente seguida de uma anulação repentina.

Agora, Jason, de 39 anos de idade, afirma que foi enganado pelo seu casamento com a estrela pop e diz que a sua equipe lhe disse que lhe seria permitido continuar a sua relação com ela, desde que ele assinasse a anulação do seu casamento.

Agora o ex-jogador de futebol universitário, que cresceu com Britney em Kentwood, Louisiana, está responsabilizando a equipe da artista pelo fim do seu romance. Jason compartilhou detalhes sobre o assunto ao podcast Toxic: A história de Britney Spears, onde ele disse: “Disseram-me que se eu assinasse os contratos – a anulação – deixariam que eu e a Britney continuássemos a nossa relação, e que se sentisse o mesmo dali seis meses nos dariam um casamento adequado”. O antigo companheiro da artista afirma ainda que a equipe da Britney o convenceu de que lhe permitiriam namorar com a cantora durante seis meses e que eles cogitariam reconsiderar um casamento “adequado” para os dois.

VEJA MAIS: Família de Anitta vai expulsar Juliette da mansão da cantora?

Jason afirma que estava convencido de que a equipe estava a dizer a verdade e que continuou a manter-se em contato com Britney através de telefonemas. “Estávamos a falar todos os dias e eu ainda acreditava na história que me contaram, que eles nos iam deixar continuar a falar e então teríamos este casamento, certo, no futuro, se sentíssemos o mesmo”.

Jason foi então alegadamente avisado pelos seus próprios advogados que se não contestasse a anulação no prazo de 30 dias após a sua assinatura, a decisão seria tornada permanente e que seria então cortado do contato da estrela. Disse ele: “Literalmente no dia seguinte, como se os 30 dias tivessem acabado, lembro-me de tentar ligar para o número que tinha para a Britney e era do tipo, ‘Beep, beep, beep [som de telefone sem linha]”. E eu tipo, ‘Merd* eles me enganaram! Filhos da p**!’“.

Vale lembrar que Jason já demonstrou anteriormente o seu apoio à Britney participando numa marcha de protesto #FreeBritney, em agosto do ano passado.

Jason Alexander (FOTO: EPA)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio