aladim
A dupla sertaneja Alan e Aladim (FOTO: Reprodução)

No Cemitério da Saudade, na Vila Lavínia, em Mogi das Cruzes (SP), exista uma grande movimentação no túmulo do cantor sertanejo José Nascimento Cardoso, o Aladim

O músico faleceu no auge da carreira formada com a dupla Alan e Aladim, em 1º de outubro de 1992, após ser vítima de uma parada cardíaca fatal durante uma cirurgia de dente.

A morte inesperada do cantor sertanejo causou, na época, grande burburinho na cidade a ponto de surgirem boatos de que o cantor teria sido enterrado vivo, por causa de arranhões que teriam sido encontrados depois no caixão.

Por motivos sigilosos, a família de Aladim teria pedido a exumação do corpo do cantor. O cadáver teria sido encontrado de bruços, com as unhas cheias de farpas de madeira e a tampa do caixão bastante arranhada.

VEJA TAMBÉM: Cantor sertanejo dá tiro fatal em animal e causa polêmica

Segundo informações de alguns fãs da dupla, o cantor sertanejo tinha catalepsia, doença rara em que o coração para de funcionar temporariamente. Quando retornou à vida, Aladim já estaria enterrado e morreu tentando sair do caixão.

Já o administrador do cemitério da Saudade afirmou mais de uma vez que a história é falsa: “O túmulo de Aladim nunca foi aberto. Ele morreu por complicações médicas“. A família do cantor sertanejo Aladim nunca se manifestou sobre o assunto.