Cantor sertanejo Léo Marrone morre com coronavírus, dias após o falecimento dos sogros

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um cantor sertanejo morreu na cidade de Barra do Garças, interior de Mato Grosso, depois de ser diagnosticado com o novo coronavírus, de acordo com informações do site local Reporter MT. Leozimar Rodrigues Cavalcante, 37 anos, era famoso na região pelo nome de Léo Marrone, por sua semelhança física com o próprio Marrone, da dupla com Bruno, e também por cantar de maneira parecida com a dupla.

O músico foi diagnosticado com Covid-19 e deu entrada no Pronto Socorro da cidade no dia 6 de julho. Dois dias depois, o quadro de saúde do músico apresentou piora e Leozimar teve que ser levado para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) numa unidade hospitalar. O músico era portador de diabetes. Na madrugada de domingo (dia 12), Léo Marrone acabou não resistindo às complicações da doença e veio a óbito.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

LEIA TAMBÉM: Sósia de Adele gasta fortuna para ficar magra como a cantora

De acordo com o Repórter MT, a morte de Leozimar aconteceu num momento delicado em que os familiares já estavam enfrentando contratempos por causa do vírus. O sogro e a sogra do sertanejo também contraíram a Covid-19 e acabaram falecendo recentemente por causa doença. A esposa de Léo Marrone também chegou a ser contaminada e segue internada num hospital da cidade tratando a doença.

A mulher acabou sendo sedada depois que recebeu a notícia de que o marido morreu, dias depois da perda dos pais. Amigos do músico, que tinha bastante fãs na cidade Barra do Garças, usaram as redes sociais para fazer homenagens a Leozimar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio