Cantora de K-Pop leva multa após usar droga que matou Michael Jackson

Publicado em 2/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente, foi divulgado que uma integrante de um popular grupo feminino de K-pop foi pega fazendo uso indevido de propofol, o anestésico que provocou a morte de Michael Jackson em 2009.

Segundo o site Koreaboo, a estrela de k-pop em questão é Gain, do grupo Brown Eyed Girls. O veículo afirma que ela foi multada por causa do incidente.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A polícia havia recebido uma denúncia de que a integrante vinha tomando propofol e outras drogas ilegais, que foram apreendidas em sua casa. Após uma longa investigação, ela foi condenada no início de 2021 a pagar uma multa de KRW 1.000.000 (cerca de R$ 4.400).

VEJA MAIS: RICA! Luísa Sonza revela que novo clipe custou R$ 1 milhão

Durante a investigação, foi revelado que a garota do grupo feminino recebeu os remédios de um cirurgião plástico e alegou que pensava que seriam remédios para tratamento. Ela teria se queixado de grave insônia e depressão.

Ela admitiu acusações de ingestão de propofol entre julho e agosto de 2019. O cirurgião plástico, que administrou propofol e um anestésico geral, etomidato, à integrante do grupo feminino, foi condenado a um ano e meio de prisão por vender os medicamentos de forma ilegal.

O propofol é um sedativo poderoso que não pode ser administrado sem receita médica. Michael Jackson morreu em 25 de junho de 2009 de uma “grave intoxicação” do medicamento.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio