A cantora Carla Cristina (FOTO: Divulgação)

A cantora Carla Cristina, ex-vocalista da banda ‘As Meninas‘, que fez sucesso com o hit ‘Xibom Bombom‘ nos anos 1990, resolveu abrir o coração e desabafar sobre as dificuldades que passou durante o início da carreira, e revelou que o baixo cachê era algo que a incomodava na época.

O hit dos anos 90 ‘Xibom bombom‘, gravado pelo grupo As Meninas, completou 20 anos. A ex-vocalista, que ainda segue na carreira artística, participou de uma live para o canal da Lisa Gomes, e relembrou alguns momentos da carreira.

Grupo musical As meninas, do hit Xibom Bombom (FOTO: Divulgação)

Segundo ela, o valor dos cachês dos shows custava em média de R$ 80 mil, mas nem ela e nem as outras integrantes ganhavam bem: “Só o empresário ganhou dinheiro. Hoje vivo muito bem do que eu produzo. Na verdade, sempre tive uma condição financeira confortável. Minha família é bem estruturada. Hoje sim eu vivo muito bem da música. Consigo manter um padrão de vida confortável, mas na época das ‘Meninas’ ficava pai e mãe pagando contas. Ganhava por show uns R$ 500 reais e as meninas (banda) ganhavam bem menos. Uns R$ 100, por aí. Isso me incomodava muito. As meninas estavam com a cara no projeto, na televisão e não tinham condições de comprar um carro para se locomover, estarem gastando dinheiro de transporte, de táxi, era bem delicado, enfim… é passado, deixa pra lá“, desabafa.

LEIA TAMBÉM: Com carreira internacional crescendo, Anitta manda recado pros haters: “Tô plena”

Carla também disse o motivo de ainda não se reuniram para um show ou turnê: “Eu até pensei em fazer uma turnê comemorativa, mas a marca ‘As Meninas’ não me pertence, mas eu poderia fazer sim uma turnê comemorativa cantando todo repertório. A gente até tentou, fizemos várias reuniões na minha casa pra tentar a possibilidade, mas aí teria que entrar um patrocínio muito grande. A ideia ainda não foi totalmente esquecida… Existe uma vontade muito grande.”

Ela ainda revelou que que era muito blindada dos fãs e sentia falta desse carinho: “Naquela época, a produção não deixava ninguém chegar perto de mim. Aquilo me deixava nervosa, mau-humorada. Eles me blindavam de uma forma que, pra chegar perto de mim era praticamente impossível. Eu não entendia muito bem daquilo. Não que o sucesso me incomodasse! Muito pelo contrário. O sucesso é maravilhoso! O que me incomodava era não poder estar mais próxima dos fãs como eu gostaria de estar, isso me incomodava bastante“, lembra.