Cantora famosa teve depressão após assédio sexual de empresário do Michael Jackson

Publicado em 15/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao jornal britânico The Independent, Sheryl Crow, revelou que foi vítima de assédio sexual do empresário de Michael Jackson, Frank DiLeo, durante uma turnê do astro em 1987. Na época, ela tinha apenas 25 anos e estava participando da turnê internacional do álbum “Bad”.

“A inocência é algo muito bonito. Foi incrível de várias formas, em termos de formação e bagagem para uma pessoa tão jovem e de uma cidade pequena, ver o mundo e trabalhar com o maior astro pop. Mas também foi um choque com a indústria da música”, disse ela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Artista canta hit de Britney Spears e conquista 99 jurados em programa de TV

“É interessante voltar no tempo e revisitar essas coisas velhas e as experiências que adquiri com elas e depois comparar com o estado atual das coisas. Poder falar sobre isso, o longo assédio sexual que sofri durante a turnê do Michael Jackson, na era do movimento ‘MeToo’”. “Parece que avançamos muito, mas sinto que ainda não chegamos lá”, desabafou Crow.

Ao fim da turnê, Sheryl Crow entrou em depressão por conta dos assédios de Di Leo, que faleceu aos 63 anos, em agosto de 2011, por complicações de uma cirurgia cardíaca. A artista chegou a procurar um advogado para processá-lo, porém, foi aconselhada a não seguir com o plano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio