A rapper norte-americana Cardi B (FOTO: Reprodução)

A rapper norte-americana Cardi B ameaçou matar quem invadir sua casa após ter visto o endereço residencial de sua mansão ser vazado nas redes sociais nesta sexta-feira (dia 29), de acordo com a MTO News.

O homem que vazou o endereço de Cardi se chama Parker Brown e se assume como “conservador, cristão, apoiador de Trump” nas redes sociais. Parker ficou aborrecido com o fato de Cardi B estar comentando os recentes protestos contra violência policial em Atlanta, então decidiu “vazar” o endereço dela e pedir aos manifestantes que fossem à sua casa.

EZPY4k3XsAYJ-oU

Cardi B apareceu rapidamente nos comentários de Parker e ameaçou a “morte de qualquer um que chegasse à sua casa”. Os fãs da rapper rapidamente inundaram os comentários de Parker com comentários desagradáveis, e Parker acabou excluindo suas páginas do Twitter e Instagram. A rapper ainda chegou a se pronunciar que tal afirmação de morte “era uma promessa”.

Parker Brown

Ainda nesta manhã, Parker ainda tinha uma página aberta do TikTok. Cardi B, como se sabe, nunca foi uma artista de segurar a língua e, na quarta-feira, a artista não se conteve ao expressar seus sentimentos pelos protestos em Minnesota, que incluíram saques e incêndios após a morte de George Floyd que faleceu sob custódia policial.

VEJA TAMBÉM: Freddie Mercury teria cheirado cocaína para criar hit mundial com David Bowie

“Eles saquearam em Minnesota e, por mais que eu não goste desse tipo de violência, isto é o que acontece”, escreveu a vencedora do Grammy – cujo nome real é Belcalis Marlenis Almánzar – no Twitter e deixou um vídeo gravado em uma área supostamente sendo saqueada. Ela continuou: “Muitas marchas pacíficas, muitas hashtags de tendências e nenhuma solução! As pessoas ficam sem escolha”.

Confira o chocante vídeo com o momento da prisão de George Floyd que viralizou nas redes sociais e causou os recentes protestos nos EUA: