Casa Gucci: Lady Gaga “era a única” que diretor queria como Patrizia Reggiani

Ridley Scott rasgou elogios à artista

Publicado em 27/11/2021 14:54
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lady Gaga era a única pessoa que Ridley Scott tinha “em mente” para o papel principal no filme Casa Gucci. A artista interpreta Patrizia Reggiani, mandante do assassinato de seu ex-marido, Maurizio Gucci, o herdeiro da grife italiana Gucci, em 1995.

Scott vinha tentando fazer Casa Gucci há quase 20 anos, mas sempre enfrentou obstáculos com o roteiro ou financiamento do estúdio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando ele finalmente conseguiu um roteiro que gostou, Gaga – cujo nome verdadeiro é Stefani Germanotta, estava recebendo críticas positivas por seu papel no filme “Nasce Uma Estrela”, de 2018. Scott rapidamente marcou uma reunião com ela para fazer o convite para interpretar Patrizia.

“Havia apenas uma pessoa em minha mente neste momento que poderia carregar essa mulher bonita e direta”, disse ele ao The Hollywood Reporter. “Achei Stef desordenadamente acessível e, francamente, muito divertida. Ela é muito inteligente e muito, muito perceptiva. Eu soube depois daquele primeiro encontro que era essencial que ela fizesse esse papel. Ela tinha [que interpretar Patrizia]. E, é claro, por causa de seu sucesso muito recente, ficou muito mais fácil para nós começarmos e conseguir um orçamento adequado.”

O diretor de acrescentou que se ele estivesse escalando Casa Gucci 40 anos atrás, ele teria procurado Elizabeth Taylor.

“Há a beleza”, contou Scott, “E também há uma inteligência, maldade e um perigo em Liz Taylor. E eu compararia muito disso com Stefani.”

Casa Gucci, também estrelado por Adam Driver, Al Pacino e Jared Leto, entrou em cartas nos cinemas brasileiros em 25 de novembro.

Lady Gaga revela qual música a inspirou para filmar “Casa Gucci”

Em uma entrevista para o “Jornal da Noite”, de Portugal, Lady Gaga revelou que se sente homenageando seus antepassados italianos com o filme “Casa Gucci”, em cartaz nos cinemas. Além disso, ela contou que ouviu uma música diariamente, durante a filmagem, para “entrar no clima”.

“Todos os dias que fui para as filmagens, pensei nos meus antepassados. Pensei no quanto eles trabalharam duro para eu poder ter uma vida melhor. Todas as manhãs, eu ouvia ‘Mambo Italiano’, porque pensava: ‘isso é uma dança, é uma dança italiana que todo estamos dançando’”, declarou.

“Mambo Italiano” é uma música muito popular, lançada em 1954 pela cantora norte-americana Rosemary Clooney. Ela toca em dois filmes estrelados por Sophia Loren, “Pão, Amor e…” (1995) e “Começou em Nápoles” (1960).

Confira:

Gaga interpreta Patrizia Reggiani no filme. Patrizia é a mandante confessa do assassinato do ex-marido Maurizio Gucci, herdeiro da grife Gucci. O crime aconteceu na vida real, em 1995, e Patrizia passou 18 anos na prisão. Ela disse que “Maurizio não merecia viver”. A história virou livro e agora filme. Lady Gaga não quis ler o livro nem conhecer Patrizia para fazer o filme. Mas assistiu a entrevistas da italiana, para tentar entendê-la. “Sabe, eu só senti que poderia realmente fazer justiça a esta história se a abordasse com os olhos de uma mulher curiosa que estava interessada em possuir um espírito jornalístico para que eu pudesse ler nas entrelinhas do que estava acontecendo nas cenas do filme. O que significa que ninguém ia me dizer quem era Patrizia Gucci… nem mesmo Patrizia Gucci”, comentou.

Confira a entrevista completa:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio