‘Casa Gucci’: Lady Gaga revela ter usado sotaque italiano com sua mãe

O filme já está disponível em todos os cinemas

Publicado em 25/11/2021 14:32
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lady Gaga revelou que falou com sotaque italiano com sua própria mãe Cynthia. O intuito era permanecer no personagem como Patrizia Regianni durante as filmagens de House Of Gucci.

A cantora, de 35 anos, disse a Alison Hammond durante uma aparição no This Morning, de quinta-feira, que ela levou o papel para casa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela disse: ‘É assim que eu faço. Você vive em uma realidade alternativa, então quando eu estava no hotel, estava no personagem E então eu iria para o set e ainda estaria no personagem, então minha vida realmente se tornou o filme. Minha lembrança da filmagem deste filme parece vida real.”‘ 

Deslizando para seu sotaque italiano, ela acrescentou: ‘”Liguei para todos em minha vida. Eu costumava ligar para minha mãe e falava assim com ela.”‘

(Foto: Reprodução)

Lady Gaga revela porque não quis conhecer Patrizia Reggiani pessoalmente

Lady Gaga e Jared Letto estão firmes na divulgação do filme “Casa Gucci” (“House of Gucci“). Desse modo, os atores principais do filme deram uma entrevista ao Hugo Gloss, detalhando um pouco de seus personagens.

A atriz disse que pesquisou sobre Patrizia Reggiani cerca de 6 meses antes das gravações. “E eu acho que a primeira coisa que me vem a cabeça quando falamos dela é que eu acho que ela estava em modo de sobrevivência, durante toda sua vida. Ela sempre esteve tentando sobreviver. E, eu acho que até mesmo Gucci, como império foi uma forma de sobrevivência para ela, e uma oportunidade de ser importante”, disse Gaga ao Hugo Gloss.

Além disso, ela defendeu que Patrizia e Gucci realmente eram apaixonados um pelo outro. Contudo, ela era deixada de lado pela família do homem.

“É quase como se ela estivesse existindo no mundo deles e ela estivesse tentando muito ser a condutora, e todo o poder que ela tem é uma ilusão porque, instantaneamente, quando os homens dizem ‘não’, eles a descartam e é isso”, disse.

Além disso, Lady Gaga abriu o coração sobre conhecer Patrizia pessoalmente. “Ela está tentando gerar um legado para si mesma, de forma que ela seja lembrada de uma maneira específica. E eu sabia que isso não me ajudaria ao construir a juventude dela ou qualquer outra coisa antes de 1995, porque ela iria querer que eu a interpretasse do modo que ela gostaria de ser interpretada , não para contar a verdade, mas sim para pintá-la bem, sabe?”, disse a cantora, que preferiu ficar longe da verdadeira Patrízia e concentrar o seu trabalho em uma pesquisa documental, “como uma jornalista”.   

Sobre o livro “House of Gucci: A Sensational Story of Murder, Madness, Glamour, and Greed”, a atriz revelou que também não leu. “Eu vi e assisti tudo, além do livro, eu não li o livro. Eu senti que o livro ia colorir os meus pensamentos, me dar muitas opiniões sobre ela”, explicou.

Casa Gucci: Saiba a estimativa de bilheteria inicial do filme estrelado por Lady Gaga

O filme “Casa Gucci”, dirigido por Ridley Scott e protagonizado por Lady Gaga, estreia na próxima quinta-feira (25 de novembro). Com isso, foi divulgada a estimativa de bilheteria na primeira semana em cartaz nos Estados Unidos. 

De acordo com a Variety, a previsão inicial era de que “Casa Gucci” fecharia a semana de estreia com US$ 8 milhões em venda de ingressos nos EUA.

No entanto, com o aumento da divulgação, a revista agora aposta que o longa deve bater algo entre 17 milhões e 20 milhões de dólares.

Pôster do filme “Casa Gucci” (Foto: Reprodução)

Qual a opinião da crítica sobre o filme de Lady Gaga?

A mídia internacional já assistiu ao longa e tem uma opinião dividida sobre o filme. No entanto, quando o assunto foi interpretação da cantora no papel de Patrizia Reggiani, os elogios foram destaque.

Leia trechos de algumas críticas publicadas até então: 

“‘House of Gucci’ está determinado a levar a sério sua ambição farsesca. Confirmando que é uma das atrizes mais hipnóticas do planeta, Lady Gaga interpreta a já ridícula Patrizia Reggiani como uma caricatura de uma caricatura. O resultado é um duplo negativo singular de uma performance que gradualmente humaniza uma súcubo de escalada social enquanto ela cai de volta para o inferno; o filme ao seu redor pode endurecer em sua reta final mórbida, mas Gaga parece ganhar ainda mais controle sobre si mesma conforme Patrizia se encaminha para o assassinato” – Indie Wire.

Nota: B+

“Gucci poderia ter sido um filme melhor se tivesse se comprometido totalmente com o acampamento que seu trailer com trilha sonora de Blondie prometia. É mais sério do que isso, pelo menos de forma intermitente; uma estranha mistura de muito e não o suficiente.” –Entertainment Weekly

Nota: B

“Novela fantasticamente barulhenta e confusa de Ridley Scott sobre a queda da casa de Gucci é resgatada de pura tolice pela gloriosa atuação de Lady Gaga como Patrizia Reggiani, a ex-esposa enfurecida de Maurizio Gucci, neto do fundador da casa de moda Guccio Gucci”.- The Guardian

Nota: 4/5

“Não há, por exemplo, nenhum equivalente em “O Poderoso Chefão” de Patrizia Reggiani, e ninguém na “Casa de Gucci” que possa lutar contra a força da natureza que é Lady Gaga. Em um filme que se delicia com seus próprios encantos falsificados, ela é muito real” – Los Angeles Times.

“O fato de que os principais membros do elenco não parecem concordar sobre o tipo de filme que estão realmente fazendo é um de seus empecilhos mais gritantes – e também um de seus prazeres mais maduros”. – The Telegraph UK

Nota: 3/5

O filme de Ridley Scott é um relógio trashtacular que eu não teria perdido por nada neste mundo. Mas não consegue estabelecer um tom consistente – excessivamente longo e indisciplinado enquanto oscila entre o alto drama e a ópera bufa. – Hollywood Reporter

“Lady Gaga a imbui com uma sinceridade dolorosa. O rosto de Gaga está ávido e aberto, com um fervor que passa por seus olhos; ela tem o dom de uma atriz nata para permitir que você leia suas emoções enquanto mantém uma pepita de mistério sob controle” – Variety.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio